quinta-feira, 3 de maio de 2018

“O foco tem que ser 2020, que é quando a gente vai derrubar Edson Vieira, tomar a Prefeitura e trabalhar por Santa Cruz do Capibaribe”, diz Fernando Aragão

Ex-vereador e candidato a prefeito na última eleição municipal pelo grupo Taboquinha, Fernando Aragão resolveu dá a sua opinião sobre a polêmica em torno da adesão de nomes do grupo Taboquinha ao projeto de reeleição do deputado estadual Diogo Moraes.
Em áudio enviado para grupos de Whatsapp, Fernando deixou claro que vê com naturalidade tal processo e mais, que para ele, apesar da importância da eleição deste ano, o principal foco do grupo de oposição deve ser a próxima eleição municipal, que acontecerá em 2020.
A dinâmica da política e as múltiplas lideranças – “Gente a política hoje é muito dinâmica. Acho isso certíssimo, o partido não pode ter uma única liderança, o partido tem que ter várias lideranças, mas o que não podemos é perder o foco… Uma campanha às vezes tem seus empecilhos, suas dificuldades, mas o importante é que cada um seja consciente do seu papel para o futuro”.
O foco é 2020, para derrubar Edson Vieira e tomar a Prefeitura – “Estamos aí diante de uma campanha, que é a de 2018 que é importante para o grupo, para essas lideranças, agora o foco, embora alguns digam que não, o foco tem que ser 2020, que é quando vamos derrubar Edson Vieira, tomar a Prefeitura e vai trabalhar por Santa Cruz do Capibaribe. É nesse contexto que a partir de 2019, com tudo concluído, nessa parte de 2018, vamos juntar vamos conversar e pegar todas essas lideranças que estão fazendo oposição a Edson Vieira e trabalhar para que a gente possa em 2020 ter uma grande vitória”.
Compromisso sendo cumprido – “Não adianta tá discutindo e tá impondo candidaturas nem nada. Eu tenho um compromisso, vocês sabem e vou cumprir. Eu gostaria que fosse resolvido com antecedência, mas não está sendo e a gente tem que entender isso”.
O foco e o compromisso – “As pessoas, os outros que estão indo, vão com objetivos, vão apoiar seus candidatos a deputado estadual, deputado federal, outros decidiram que votam em Marília se ela for candidata, enfim… Mas é importante que o foco nosso para 2020 esteja aceso e nesse eu estou focado. Em 2018 eu vou cumprir com aquilo que eu disse que iria cumprir em 2016, eu disse que votaria em Zé e isso está sendo cumprido, se ele vai ser candidato ou não é questão dele, que vai ter que ser resolvida com o tempo”.
União já e 2019 – “Nós vamos trabalhar para que, se Deus quiser, a partir de 2019 a gente costure todas essas lideranças e forma um grupo forte, coeso para derrubar e assumir a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe”.

Informações Blog do César Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário