segunda-feira, 9 de abril de 2018

"Com esse discurso raivoso ele só mostra que é um político despreparado" responde prefeito Antônio de Roque sobre declarações de Mamão

Após fortes declarações do líder político Fábio Mamão onde o mesmo taxou o prefeito da cidade de Jataúba como incompetente e palhaço, nossa equipe conversou com gestor que se disse está tranquilo. “Não vou responder a esse cidadão porque está claro, ele se mostrou totalmente despreparado, uma pessoa que vai pra um blog com um discurso raivoso desses não tem condições de ser prefeito e administrar uma cidade como Jataúba”, declarou o prefeito Antônio de Roque.

O prefeito disse que o líder político é um caroneiro e mente nas suas declarações, segundo ele, Mamão mente quando diz que ele forja uma briga com financiadores de campanha e desmentiu que tenha tentado impedir que o evento para entrega dos kits fosse realizado no município. “Ele disse que na segunda-feira eu tentei impedir que o ato acontecesse, ora, eu fiquei sabendo na quarta-feira quando recebi o convite do governo do estado, eu não estava lá pra aparecer não, fui convidado pelo governo juntamente com os vereadores, porque sou da ala de Paulo Câmara há muito tempo mesmo quando ele estava desacreditado nas pesquisas ao contrário de Mamão que agora tá pegando carona porque o governador está bem”, disse o gestor.

“As pessoas me conhecem e sabem que meus candidatos há muito tempo são os mesmos, ao contrário de Mamão que a cada eleição troca de candidato, nos últimos dois anos, por exemplo, ele saiu de João Fernando, foi pra Mendonça porque ele tava bem, se falou em João Campos e agora ele apresenta Wolney Queiroz, só pelo fato de Wolney com seu partido está à frente de uma secretária importante no governo do estado, mas, isso é bom porque se as coisas vierem pra Jataúba quem vai sair ganhando é o povo, mas, todo mundo vai saber que são obras de Paulo Câmara e com isso ele (Mamão) está assinando em baixo que eu estava certo quando apoiei e pedi votos pra Paulo Câmara”, destacou Roque.

O prefeito ainda teceu críticas ao deputado Diogo Moraes e disse que o mesmo fica agora querendo dar uma de bonzinho, porém, é outro que pega carona nas ações do governo. “Esse projeto foi do governo federal executado através dos governos estaduais, Diogo como tem muita influência no governo travou por um tempo para trazer agora nas vésperas das eleições através de Mamão, tomara que venham mais coisas e o que vier vamos está juntos, pois, como falei somos parceiros estamos trabalhando e vamos pedir votos para o mesmo candidato, sou PSB há muito tempo, e quem quiser pode vir, serão bem vindos, Mamão já veio e outros que queiram vir agente vai abraçar”, destacou.

Segundo o prefeito, Paulo terá uma grande votação no município e disse isso prova que ele fez a escolha certa em 2014 quando o apoiou, ainda sobre 2014 disse: “As pessoas sabem que esse deputado que quer pousar de bonzinho agora não pediu votos pra Paulo aqui em Jataúba, como Mamão apoiou Armando ele subiu no palanque e não pediu votos pra governador com medo de Mamão brigar com ele”, disse o prefeito.

Antônio fez questão de destacar que as declarações do opositor ao seu respeito não o incomodaram, e só serve pra que as pessoas percebam o quanto o mesmo é despreparado, segundo ele quem sabe fazer política não responde a ninguém com discurso raivoso e disse que acredita que Mamão está incomodado com o movimento da terceira via. “Acho que esse movimento aí da terceira via tá incomodando Mamão ele parece tá enraivado com isso, no meu caso eu nem ligo, tem pessoas que militaram comigo que estão aderindo lá, mas, é um direito que eles têm se vão ser primeiro, segundo ou terceiro isso não importa pra mim, pois, é o povo quem decide em quem quer votar, e a política é pra todos”, finalizou o prefeito.

Sobre aparecer na foto junto com Mamão e Diogo o prefeito disse que foi algo mais do que natural. “Primeiro foi a maior zuada pra ver quem iria falar primeiro e na hora da foto eu fui porque sou governo do estado, estava ali a convite do mesmo, Mamão tá chegando agora, em um momento antes quando eu estava lá chamaram ele e o mesmo não veio, comigo não há esse problema, não sou grosso com política e principalmente com quem em cada eleição apresenta um candidato diferente, agora você chegar agora no grupo dizendo que é um direito um homem honesto não é não porque quando ele viu que pelas pesquisas Paulo perdia em 2014 ele foi embora apoiar Armando porque ele gosta de tirar vantagem”, destacou o prefeito.


Jota Silva / Agreste No Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário