sábado, 31 de março de 2018

Grupo denominado terceira via estreou o "Programa Avante Amigos" na Rádio Jataúba FM

Este sábado 31 foi dia de estreia na Rádio Jataúba FM, é que hoje foi ao ar a primeira edição do Programa Avante Amigos, um programa encabeçado pelo ex-vereador Chico de Irineu (PODE) e pelo vereador Fernando Firoca (PTB). O programa que tem a apresentação de Tiago Andrade foi um sucesso e também contou com a presença do vereador Maviael (PSD), do empresário Giva da lotérica, do radialista Chico do Forró, além de alguns aliados e simpatizantes do grupo denominado terceira via na cidade de Jataúba.
Na pauta do primeiro programa agradecimentos por parte dos vereadores e a apresentação dos candidatos a deputado federal e estadual que serão apoiados pelo grupo nas eleições de outubro desse ano, Sílvio Costa Filho (PRB) e Alessandra Vieira (PSDB) respectivamente. Também foi pauta no programa de estreia a falta de quadras poliesportivas na Zona Rural do Município, as péssimas condições da PE-160 e PE-145 dentre outros assuntos relativos ao município de Jataúba e Região.
Tanto Chico quanto Firoca teceram duras críticas ao governador Paulo Câmara e disseram que a população tem que dar a resposta ao descaso que acontece no estado de Pernambuco principalmente na região do polo de confecções nas eleições vindouras, segundo ele o deputado Sílvio Costa já encaminhou algumas solicitações para que algumas ações sejam feitas em caráter de urgência e que logo a população irá ver as ações que são frutos de cobrança de um grupo que não veio pra brincadeira.

O programa teve a participação de várias pessoas que interagiram através das redes sociais, tanto Chico quanto Firoca deixaram claro que o grupo está crescendo com adesões importantes no município. O Programa Avante Amigos irá ao ar todos os sábados das 11 às 13 horas e promete ser um espaço aberto para a população onde os idealizadores prometem trazer a tona os problemas do município e levar as cobranças aos órgãos competentes.


Jota Silva / Agreste No Ar / Fotos: Chico do Forró

Espectador invade palco e agride ator na cena da crucificação de Jesus em espetáculo da Paixão de Cristo

Agressor teria gritado "eu vim para salvar Jesus" ao bater no intérprete de um dos soldados.
Pelo quinto ano a história de Cristo estava sendo encenada no município gaúcho de Nova Hartz na noite desta sexta-feira (30). Cerca de 3 mil pessoas assistiam ao espetáculo quando, em uma das últimas cenas, um homem invadiu o palco e agrediu com um capacete o ator Samir André Rodrigues, 23 anos, que representava um dos soldados romanos na cena da crucificação.

Samir conta que no momento da agressão achou que um dos homens que atuava como ladrão havia caído, até que olhou e viu que não era alguém do elenco. A cena foi gravada por populares e divulgada nas redes sociais.

Alguns atores que estavam em cena ajudaram a retirar o homem, ainda desconhecido, de cima do colega e encaminhá-lo para fora do palco. Instantes depois, um familiar dele apareceu justificando que o homem tem distúrbios mentais. A peça foi interrompida por cerca de 5 minutos e após o incidente, prosseguiu normalmente.

Não havia policiais no momento e, quando chegaram, não encontraram vítima e nem agressor. Até a manhã do sábado (31) o caso não havia sido registrado na delegacia da Polícia Civil.

Informações do Diário de Pernambuco

PROS, PMN e PPL consolidam chapinha de estadual

O deputado federal João Fernando Coutinho esteve reunido neste sábado com o presidente estadual do PMN Ivanildo Pedro e o deputado estadual Jadeval de Lima. Na conversa eles alinharam a chapinha composta por PROS, PMN e PPL, que tentará eleger entre três e quatro deputados estaduais em outubro. 

Além de Jadeval de Lima, que tentará a reeleição, Manoel Jerônimo, André Brito e Renê Patriota serão os nomes apresentados pelo PROS nestas eleições. Outros nomes com mandato podem integrar um desses três partidos  no decorrer da semana para formalizar a chapinha da salvação.

Informações Blog do Edmar Lyra

quinta-feira, 29 de março de 2018

Jataúba volta a receber água nas torneiras após seis anos de colapso, diz Compesa

Resultado de imagem para imagens jataúba
A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está realizando os últimos ajustes para iniciar, a partir de desta quarta-feira (28),  a fase de testes para  retomar a distribuição de água nas torneiras para os 17 mil moradores de Jataúba. A cidade passou seis anos em colapso, consequência da falta de chuvas na região.
O município tem duas fontes de abastecimento, a Barragem de Sítio Luíza, em Jataúba, e a de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe. Ambas estavam secas e conseguiram acumular água no mês de fevereiro, quando choveu bem na região. A expectativa é que a regularização da distribuição de água da cidade ocorra até meados de abril.
A Barragem do Sítio Luiza, o principal manancial de Jataúba, conseguiu acumular 300 mil metros cúbicos de água e está sangrando. As chuvas de fevereiro também permitiram a recuperação da Barragem de Poço Fundo, que está hoje com 19% da sua capacidade total, que é de 27,6 milhões de metros cúbicos de água. Esse reservatório, além de atender Jataúba, também é responsável pelo abastecimento do distrito de Poço Fundo, em Santa Cruz do Capibaribe, uma população de cerca de quatro mil pessoas que também estava sem receber água nas torneiras em função da estiagem prolongada.
O diretor Regional do Interior, Marconi de Azevedo, explica que os testes para o retorno da operação dos sistemas ainda não foram iniciados devido à complexidade de funcionamento das unidades operacionais, após tanto tempo desativadas.

“Precisamos realizar uma série de ações para reativar a operação das adutoras, manutenção nos conjuntos motobombas e intervenções na estação de tratamento de água”, afirmou.

A fase de testes é a primeira etapa para o restabelecimento de água pela rede de distribuição. Segundo o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Bruno Adelino, durante esse processo poderá haver várias interrupções do abastecimento para conserto de vazamentos.

“Após vários anos sem água na adutora e na rede de distribuição é normal a ocorrência desses vazamentos, até a pressurização das tubulações e equilíbrio do sistema do abastecimento”, informa o gerente.

Ele diz ainda que várias equipes estarão a postos nesse período de testes para que os eventuais problemas possam ser corrigidos com brevidade, e assim atender às expectativas dos moradores de Jataúba e do distrito de Poço Fundo, que aguardam ansiosamente pela volta da água nas torneiras.

Informações Blog do Ney Lima

Nada de 3ª via: Santa Cruz tem 4 pré-candidatos a deputado estadual nos 2 grupos tradicionais

A cidade de Santa Cruz do Capibaribe vive um fato político no mínimo inusitado, onde conta com 4 pré-candidatos a deputado estadual nos 2 grupos tradicionais locais. No grupo de situação Diogo Moraes (PSB) e Alessandra Vieira (PSDB), dividem apoios, enquanto na oposição Zé Augusto Maia (PTB) e Cleiton Barbosa (PP) serão opções no eleitorado.

Grupo de situação 

O já deputado Diogo Moraes eleito pelo grupo em 2014, conta com 4 dos 10 vereadores situacionistas: Zé Minhoca, Junior Gomes, Toinho do Pará e Ronaldo Pacas, além de vário nomes importantes nos chamados Bocas Pretas ou Onda Azul.

Já a primeira dama, Alessandra Vieira, lançada pelo prefeito Edson Vieira, tem o apoios de 6 vereadores dos 10: Caetano Motos, Zezin Buzin, Nailson Ramos, Pipoca, Irmão Val e Jessyca Cavalcante e muitos aliados do governo. 

Grupo de oposição

O ex-prefeito Zé Augusto Maia (PTB), tem o apoio e o compromisso dos 7 vereadores de oposição na Câmara: Ernesto Maia, Helinho Aragão, Augusto Maia, Capilé, Carlinhos da COHAB, Marlos Melo e Deomedes Brito, além do apoio do ex-vereador Fernando Aragão, candidato a prefeito do grupo em 2016.

A recente entrada do empresário Cleiton Barbosa (PP) como pré-candidato a deputado estadual pelo grupo de oposição, conta com os apoios do ex-vereador Natálio Arruda e do ex-vice-prefeito Dimas Dantas. 

Em 2018 não será por falta de opções, que o eleitorado santa-cruzense deixará de votar em  um filho da terra, já que candidatos de outras cidades vinha crescendo em votação nas últimas eleições.


Informações Blog Sulanca News

Em Jataúba, blogueiro diz ter sido ameaçado por vice-prefeito que nega o fato

Nesta quarta-feira uma polêmica surgiu na cidade de Jataúba Agreste de Pernambuco, o fato é que o blogueiro Luís Carlos (Collar) disse em redes sociais ter sido ameaçado pelo vice-prefeito Jackson Buraco fato que o levou a registrar um B. O. na delegacia de polícia local. Segundo o blogueiro o vice-prefeito teria se dirigido ao mesmo mandando que ele se calasse e não falasse no seu nome, ainda segundo Collar, Jackson teria dito que um dos dois teria que sair da cidade fato que o mesmo entendeu como uma ameaça.

Nossa equipe entrou em contato com o vice-prefeito que por sua vez negou o fato e disse não ter ameaçado ninguém, segundo Jackson o blogueiro está querendo chamar a atenção. “Eu nunca ameacei ninguém, todo mundo me conhece e sabe que eu não sou disso, questionei a ele o que era que eu estava devendo a Sílvio Costa Filho já que ele fala isso em todo lugar e pedi pra ele me mostrar, outra coisa eu poderia ter saído de Jataúba por muitos outros motivos, comerciais, por exemplo, e não fui, por que é que agora eu ia sair por conta de uma besteira dessas?”, disse Jackson que afirmou está de consciência limpa de que nunca ameaçou ninguém.

O boletim de ocorrência foi registrado na delegacia local e em breve as partes deverão ser ouvidas para um desfecho do caso, vale lembrar que essa não é a primeira vez que os dois citados se desentendem e tudo começou após o blogueiro postar uma matéria afirmando que Buraco tinha um compromisso para apoiar Sílvio Costa Filho nas eleições de outubro desse ano.


Jota Silva / Agreste No Ar

Bolsonaro diz que Lula tornou país um galinheiro e agora colhe os ovos

Resultado de imagem para bolsonaro
O deputado Jair Bolsonaro (PSL) atravessou sem pôr os pés no chão os 70 passos que separam a porta do saguão de desembarque do aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR), da rua onde estava estacionado o caminhão de som dos seus simpatizantes. Os cerca de 200 apoiadores do presidenciável o carregaram nos ombros aos gritos de "mito" e "presidente".

Bolsonaro não falou com a imprensa. Fez apenas um breve discurso em cima do veículo, onde atacou o ex-presidente Lula, reivindicou o direito do cidadão de andar armado e pediu votoimpresso na eleição de outubro. Vestiu uma faixa presidencial.
Ele fez menção aos ataques sofridos pela caravana do ex-presidente Lula, atingida por ovos, pedras e tiros.
"Lula quis transformar o Brasil num galinheiro. Agora está colhendo os ovos", disse. Ele não falou diretamente sobre os tiros disparados contra dois ônibus da caravana petista, nesta terça (27). Mas o direito de atirar, porém, não ficou de fora do discurso. Ele defendeu que "a Polícia Militar, em defesa do povo, atire para matar". "Faremos voltar a valer a força."

Usou uma metáfora para dizer que derrotará os opositores de esquerda. "Agora vão ver a direita. Vão levar um cruzado de direita."

Do lado de fora, ambulantes vendiam camisetas com o rosto do pré-candidato estampado. A unidade custava R$ 39, mas uma promoção anunciava três por R$ 100.

Lula era o alvo principal dos militantes. Um homem de chapéu e botas brancas levava consigo uma caixa com uma dúzia de ovos onde estava impressa a imagem do ex-presidente.

Em um ponto, pelo menos, os ativistas pró-Bolsonaro e os lulistas estão do mesmo lado. Assim como nos protestos do PT, a imprensa foi alvo. O canto preferido é "o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo", usado por petistas em outras campanhas.
Bolsonaro seguiu depois de carro até Ponta Grossa, no interior paranaense.

Temer

O presidente Michel Temer também se manifestou sobre os ataque sofridos pela comitiva de Lula. Segundo ele, foi "uma pena" que os ônibus da tenham sido atingidos por tiros. "É uma pena que tenha acontecido isso, porque vai criando um clima de instabilidade no país, de falta de pacificação, que é indispensável no presente momento", disse Temer em entrevista à rádio Bandnews de Vitória, no Espírito Santo.

"Devo dizer também, que na verdade, essa onda de violência não foi pregada talvez por aqueles que tomaram essa providência, talvez tenha sido, tenha começado lá atrás. E a história de uns contra outros realmente cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza", afirmou.

Ainda na entrevista, o presidente comentou as declarações do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, de que sua família vem sofrendo ameaças.

Relator da Lava Jato no STF, o magistrado fez os comentários durante entrevista à GloboNews. O presidente disse que os relatos mostram "um clima muito ruim". "Ainda ontem eu falava com o nosso ministro da Segurança, o Raul Jungmann, que estava preocupado com o dia 4, dia do julgamento da matéria relativa ao ex-presidente Lula. E claro que aqui estamos todos tomando todas as providências para que não haja conflito, mas é preocupante", comentou.

O STF retoma no dia 4 de abril o julgamento de um pedido de habeas corpus preventivo apresentado pela defesa de Lula para evitar a prisão do ex-presidente, já condenado na Lava Jato.

Outro pré-candidato, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou em rede social que o ataque sofrido pelo ex-presidente petista, de quem foi presidente do Banco Central, é inadmissível.

Agreste No Ar / Informações da Folha de PE

quarta-feira, 28 de março de 2018

Mendonça confirma saída do MEC dia 5 de abril e afirma: “Proporcionamos mudanças importantes”

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM) deixará o cargo no próximo dia 5 de abril. “Está confirmado”, declarou, em entrevista à Rádio Jornal Petrolina, nesta segunda-feira (26), deixando claro que deve buscar a reeleição na Câmara Federal.
A gente proporcionou mudanças importantes nesses quase dois anos”, frisou Mendonça. Sobre as ações do MEC em Pernambuco, ele disse que foi “um avanço considerável no Estado como um todo”.
Questionado sobre a proposta de unidade da Oposição no estado, Mendonça afirmou que sua proposta “é ajudar o bloco de oposição, gerando oportunidades para todos”. “Eu quero unidade, quero mais oportunidade de espaço, porque a Oposição vai ter um trajeto importante no caminho da mudança”, finalizou.
Informação Blog do Carlos Britto

'Juntar os cacos', a dura missão de Fábio Mamão com a oposição em Jataúba

Resultado de imagem para fábio mamão
Foto: Bruno Muniz
Ao final das eleições de 2016 o que parecia ser um ressurgimento acabou virando uma dor de cabeça para o grupo de oposição na cidade de Jataúba, no Agreste pernambucano, o grupo liderado por Fábio Mamão (Sem Partido) que entrou na campanha desacreditado acabou mostrando forças e perdeu as eleições com uma diferença de pouco mais de 490 votos. O resultado animou o grupo denominado boca de porco que passou a acreditar em um revés futuro contra o grupo de situação liderado pelo prefeito Antônio de Roque (MDB).

Passados pouco mais de um ano do pleito eleitoral o grupo se dissolveu e hoje Mamão tem a dura missão de juntar os cacos para viabilizar uma candidatura para 2020, Mamão saiu das eleições de 2016 com cinco dos onze vereadores compondo a sua base, hoje dos cinco só o vereador Zuza do Jacú (PTB) continua ao lado do líder político já que Firoca e Luzimário (PTB) e Maviael (PSD) já tomaram outro rumo que caminharão na terceira via ao lado do ex-vereador Chico de Irineu (PODE), restando Naldo de Bileu (PTB) que ainda não se pronunciou, mas, segundo informações também irá trilhar um caminho diferente.

Segundo informações colhidas por nossa equipe ao longo desse período, alguns fatores pesaram para a dissolução do grupo, muito de fala de falta de diálogo por parte de Mamão para com os seus liderados, outro ponto negativo segundo informações, foi à ausência de ações por parte do deputado estadual Diogo Moraes para com o município de Jataúba ao longo dos seus dois mandatos como deputado representando o grupo de oposição local.

De certo para 2018 a missão de Mamão não é nada fácil, porém, a depender dos resultados nas urnas nas eleições de outubro desse ano, o mesmo poderá sair fortalecido mais uma vez para 2020, já que é notório que o líder político está preparando o caminho para concorrer à prefeitura mais vez.

Algumas interrogações ainda estão no ar, já que até então não se sabe quem serão os candidatos apoiados por Mamão, Diogo Moraes até então parece ser o único nome certo, no campo federal alguns nomes como João Campos (PSB) e Wolney Queiroz (PDT) estão sendo comentados nos bastidores e poderão surgir como opções para o eleitorado Jataubense, já com relação ao governo do estado o próprio Mamão já declarou que não divide o mesmo palanque com o prefeito Antônio de Roque que está com Paulo Câmara, por outro lado o líder politico também disse que não apoiará o candidato em que Bruno Araújo esteja aliado, nesse caso até então o senador Armando Monteiro.

Como ficará o grupo de oposição na cidade de Jataúba após as eleições de 2018? Quem serão os candidatos apoiados por Mamão e seu grupo? Deixará Mamão o orgulho de lado e ficará ao lado de Bruno ou do prefeito, ou irá optar pelo isolamento quanto ao apoio para governador? Fato é que diante do barulho da terceira via algumas movimentações começaram a acontecer e ontem Mamão esteve ao lado do deputado Diogo Moraes em Recife onde pleiteou algumas ações para a Zona Rural do município, área que o líder político tem investido pesado desde as eleições passadas.


Jota Silva / Agreste No Ar

Pré-candidato a deputado estadual Cleiton Barbosa se filia ao PP

O empresário Cleiton Barboza confirmou nesta terça-feira (27), a filiação e pré-candidatura para deputado estadual pelo Progressistas, com o apoio do deputado federal e líder da legenda em Pernambuco, Eduardo da Fonte, do deputado estadual Cleiton Collins e do ex-vice-prefeito Dimas Dantas e ex-vereador Natalio Arruda, ambos de Santa Cruz do Capibaribe.
O pré-candidato de 34 anos pretende fortaceler a política local. Relata que sua principal motivação é representar o município de Santa Cruz do Capibaribe, terceira maior cidade do Agreste Pernambucano, defender o Polo de Confecções, melhorar o abastecimento de água e a segurança pública.
Em 2016, Cleiton Barboza foi candidato a vice-prefeito na chapa de Fernando Aragão do PTB.
Informações Blog do Edmar Lyra

terça-feira, 27 de março de 2018

Prego batido e ponta virada, em Jataúba vereador Maviael confirma adesão a terceira via e apoios a Silvinho Costa e Alessandra Vieira

Na noite desta terça-feira o vereador Maviael de Abílio (PSD) da cidade de Jataúba entrou em contato com nossa equipe para colocar um ponto final nas especulações que envolveram o seu nome nos últimos dias, Maviael confirmou o que já vinha se especulando na imprensa local e disse que após várias conversas chegou a um acordo e está junto com o grupo denominado ‘terceira via’ que liderado pelo ex-vereador Chico de Irineu (PODE) e pelo vereador Fernando Firoca (PTB) irá apoiar Silvio Costa Filho (PRB) e Alessandra Vieira (PSDB) como candidatos a deputado federal e estadual respectivamente nas eleições de outubro desse ano.
“Muito se falou nos últimos dias sobre esse assunto, porém, como falei estávamos em conversas e não tinha nada de concreto, hoje tivemos mais uma conversa, pois, faltavam alguns detalhes, agora é oficial prego batido e ponta virada, estou firme e forte com o grupo e vamos à luta, deram um nome ao grupo de terceira via, mas vamos trabalhar e se Deus quiser não vamos ser terceiro não”, declarou o vereador Maviael que se mostrou otimista com o grupo para as eleições de outubro.

Maviael não entrou em detalhes sobre os acordos feitos com grupo para que a sua adesão fosse confirma, bem como não falou se houve alguma conversa já visando às eleições de 2020 já que 2018 servirá como termômetro para os três grupos do município. Vale destacar que o vereador Maviael foi eleito nas eleições de 2016 com 423 votos na chapa encabeçada por Chico de Irineu e Furibnha após ter rompido com o prefeito Antônio de Roque às vésperas das convenções.


Jota Silva / Agreste No Ar

Em encontro com o deputado Diogo Moares, Fábio Mamão busca ações para a Zona Rural de Jataúba

Nesta terça-feira 27 o líder político Fábio Mamão (Sem Partido) participou de um encontro na ALEPE com o deputado estadual Diogo Moraes (PSB) e com o secretário de agricultura e Reforma Agrária do Estado Wellington Batista, na pauta a liberação de cisternas, bem como a distribuição de sementes e demarcação de barragens que serão construídas no município como podemos conferir na fala do deputado em uma postagem no seu Instagram.

“Na tarde de hoje, recebi o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Wellington Batista, aqui na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Quem também acompanhou o encontro foi Fábio Mamão, liderança política de Jataúba, no agreste pernambucano.

Na ocasião, tratamos da liberação de barragens e cisternas para zona rural do município, além do pedido de distribuição de sementes de milho para a região. Após o nosso pedido, Wellington informou que amanhã, quarta-feira, engenheiros da secretaria irão a Jataúba, para demarcar as 4 barragens que serão construídas, além de visitarem o distrito da Barra de Farias, a fim de finalizarem a obra da Barragem do Rego.

Aproveitamos a reunião e pleiteamos também a retomada de serviços na comunidade de Riacho do Meio, bem como o planejamento pra construção de Barragens em Brejo da Madre de Deus, Taquaritinga do Norte e Santa Cruz do Capibaribe. Mais uma notícia boa, desta vez para o Sertão, será o apoio da Secretaria na realização da 7ª edição da Feira de Caprinos e Ovinos, a Fecaprio, que será realizado em junho, em Ingazeira”, declarou Diogo Moraes. 


Agreste No Ar / Informações e foto Assessoria do deputado

Ausente da mídia local, prefeito Antônio de Roque adota postura diferente no início de 2018

Resultado de imagem para antônio de roque
A prefeitura municipal da cidade de Jataúba no Agreste de Pernambuco através do prefeito Antônio de Roque começa o ano de 2018 de uma forma bem diferente, ao contrário de anos anteriores, a gestão municipal tem frequentemente dado respostas aos reclames da população seja através da solução dos problemas de forma imediata ou mesmo através de notas de esclarecimento a população Jataubense.

Recentemente após algumas denuncias publicada no blog Jataúba News a assessoria da prefeitura logo divulgou notas com explicações a população como, por exemplo, no caso das algarobas cortadas em via pública, em um problema de esgoto a Céu aberto e no caso da falta de pagamento do 13º salário dos servidores do SAMU no município.

O gestor do município, prefeito Antônio de Roque por sua vez está ausente da mídia local e pouco tem aparecido ou se pronunciado em rádio e blogs, em 2018 ano de eleições Roque segue em silêncio em meio ao barulho que existe no contexto local entre o grupo de oposição liderado por Fábio Mamão e a terceira via encabeçada por Chico de Irineu e Firoca.

Algumas cobranças ainda estão sendo feitas pela população Jataubense, no entanto, a estratégia do silêncio do prefeito parece está dando certo já que recentemente foram entregues algumas obras e assessores, bem como vereadores da bancada de situação anunciaram alguns recursos e obras que estarão em breve chegando ao município.

Diante do atual quadro político instalado no município, as eleições de 2018 poderão servir como termômetro para o que prefeito meça a sua popularidade, já que o mesmo apoiará mais uma vez o questionado governador Paulo Câmara na sua reeleição e possivelmente Michel Temer para presidente já que o mesmo sinaliza que irá mais uma vez concorrer ao planalto e recentemente recebeu elogios rasgados do prefeito, já com relação aos apoios pra deputado tudo dependerá da posição do deputado federal Bruno Araújo que poderá ir para a reeleição ou concorrer ao governo ou senado já que José Humberto deve mais uma vez ser o nome pra estadual do grupo do prefeito.


Jota Silva / Agreste No Ar

“Na gestão que o vereador Carlinhos fez parte como militante, crianças tomavam água em pote de margarina” – afirma Jessyca Cavalcanti

Em participação no programa Rádio Debate, a vereadora e líder do governo Vieira na Câmara, Jessyca Cavalcanti (PTC), rebateu as declarações feitas pelo oposicionista Carlinhos da Cohab (PTB).
O vereador é o denunciante de um suposto esquema de superfaturamento na compra de água mineral, pela prefeitura, para fornecimento a escolas da rede municipal que estão na zona rural e agora estendeu a denúncia também a câmara e a Secretaria Municipal de Saúde.
Nas suas falas, a vereadora citou que a licitação teria sido feita de forma correta, publicada em Diário Oficial e com a documentação necessária podendo ser disponibilizada a imprensa.

“O menor preço apresentado pela empresa foi o que foi contratado pela prefeitura. Toda essa documentação está ok e que existem, logicamente, valores em vários locais de Santa Cruz de preços divergentes de água. Essa empresa, que foi contratada, tem a questão de transportes, de encargos sociais… Sabemos que é uma contratação de todo o ano, tem transporte, funcionários… A empresa já explicou tudo o que acontece” – disse.

Já quanto as declarações de Carlinhos, que citou que a água fornecida para a câmara seria de valor menor ao que é destinada as escolas (R$ 5,50 ao invés de R$ 6,80 como descrito na denúncia, inclusive alegando ter nota fiscal que comprovaria tal diferença), e sendo da mesma empresa fornecedora, ela disse:

“R$ 6,20 (para a Câmara) viu! Eu acredito que esses “R$ 5,50” ele deve ter solicitado a água para ele mesmo pagar. Ele apresente essa nota porque a secretaria da Casa me informou que era a R$ 6,20 que foi a contratação do valor para a compra de água para a câmara, através desses processos (de licitação). Temos muita tranquilidade e a prefeitura está à disposição para tirar todas as dúvidas. Na gestão que o vereador Carlinhos fez parte como militante e defensor, as crianças tomavam água em pote de margarina” – concluiu.

Informações Blog do Ney Lima 

segunda-feira, 26 de março de 2018

Por unanimidade TRF-4 nega recurso da defesa de Lula

Resultado de imagem para lula
O recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no processo do triplex em Guarujá (SP) foi negado em julgamento realizado hoje.
A decisão foi tomada pelos mesmos desembargadores da 8ª turma, que julgaram a apelação de Lula em 24 de janeiro: João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus. Na ocasião, eles mantiveram a condenação imposta pelo juiz de primeira instância Sérgio Moro e ainda aumentaram a pena aplicada por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Por decisão do próprio TRF-4, Lula pode ser preso para começar a cumprir a pena quando acabarem os recursos no tribunal.
Porém, uma decisão provisória do Supremo Tribunal Federal (STF) impede a prisão do ex-presidente até que o plenário da Corte julgue um pedido de habeas corpus preventivo apresentado pela defesa de Lula. O julgamento está marcado para o dia 4 de abril.
A assessoria do TRF-4 informou que a defesa ainda terá 12 dias para entrar com recurso sobre os próprios embargos de declaração, caso entenda que inconsistências ou obscuridades persistam.
Os embargos de declaração foram protocolados pela defesa de Lula no dia 20 de fevereiro. Este tipo de recurso serve para pedir esclarecimentos sobre a decisão e era o único possível no caso, já que a decisão dos desembargadores foi unânime.
No caso do triplex, Lula é acusado de receber o imóvel no litoral de SP como propina dissimulada da empresa OAS para favorecer a empresa em contratos com a Petrobras. O ex-presidente nega as acusações e afirma ser inocente.
Na sessão do dia 24 de janeiro, em Porto Alegre, os desembargadores aumentaram a pena de Lula para 12 anos e um mês de prisão. Moro havia condenado o ex-presidente a 9 anos e 6 meses.

Informações Blog do Magno Martins

Vergonha; Mototaxista realiza tapa-buraco em Santa Cruz do Capibaribe

Na manhã desta segunda-feira (26), um mototaxista foi flagrado realizando uma ação de tapa-buraco no município de Santa Cruz do Capibaribe. Na ocasião, o ato aconteceu em um dos trechos urbanos da rodovia PE-160.

Segundo informações, inconformado com a grande quantidade de buracos na via, o profissional de transporte de passageiros tomou a iniciativa e passou a fechar alguns buracos utilizando barro.

A ideia da ação seria amenizar um pouco os transtornos causados no local as centenas de condutores que passam pela rodovia diariamente. Segundo alguns motoristas, as manobras feitas por alguns motoristas para livrar os buracos gera claros riscos de acidentes.

Informações Blog do Bruno Muniz

Oséas Moraes dispara: “O povo viu a covardia, viu quem foi ingrato”

“NÃO VAMOS SAIR ASSIM NÃO, A GENTE NÃO É NENHUM CACHORRO PARA SER CHUTADO ASSIM”

O ex-deputado estadual Oséas Moraes já está mergulhado de cabeça na pré-campanha do seu filho Diogo Moraes em Santa Cruz do Capibaribe e região, onde tem feito visitas semanais aos amigos e correligionários.

Oséas Moraes tem concedido entrevistas e nelas, não poupa críticas ao prefeito Edson Vieira quando o tema é rompimento entre os projetos Vieira\Moraes.

“Nós temos raízes fortes dentro do grupo e temos o povo. O povo viu a covardia, viu quem foi ingrato. Nosso lado é o lado do povo de Santa Cruz. A gente foi convidado para fazer parte do grupo boca preta, da nação azul e não vamos sair assim não, a gente não é nenhum cachorro para ser chutado assim. A gente vai ficar fazendo política dentro do grupo com aqueles que quiserem votar e apoiar”. Disparou Moraes.

“VAMOS MOSTRAR QUEM TRABALHOU POR SANTA CRUZ E QUEM VAI TRABALHAR MAIS”

Sobre como será a campanha de Diogo Moraes, Oséas deixou claro, “Vamos fazer uma campanha limpa, entrar na casa do povo e eu não tenho nenhum pingo de medo, graças a Deus e vou pedir o voto. Nesta campanha vamos mostrar quem trabalhou por Santa Cruz e quem vai trabalhar mais”.

“NOSSA CAMPANHA É ESTADUAL, NÃO É DE CANDIDATO MUNICIPAL. TEM POSTAS POR AÍ, CANDIDATURAS QUE TENTAM TRAZER A PRÉ-CAMPANHA PARA O ÂMBITO MUNICIPAL”

Moraes criticou ainda o direcionamento das outras pré-candidaturas, “Nossa campanha é estadual, não é de candidato municipal. A gente já viu este filme e viu no que deu. Tem postas por aí, candidaturas que tentam trazer a pré-campanha para o âmbito municipal e isso não dá certo. Santa Cruz não pode ficar a mercê da vontade de um líder, de fazer uma candidatura de vontade própria. O povo não foi consultado para esta história e o povo tem uma data para dizer o que achou disso tudo, dia 7 de outubro”.  


Informações Blog Sulanca News

TRF4 julga nesta segunda recurso da defesa de Lula contra condenação em 2ª instância

Recurso da defesa de Lula contra decisão em segunda instância, que aumentou a pena no caso do triplex em Guarujá, em São Paulo, será julgado hoje pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), em Porto Alegre
O recurso da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a decisão em segunda instância, que aumentou a pena no caso do triplex em Guarujá, em São Paulo, chamado de embargos de declaração da apelação criminal, será julgado nesta segunda-feira (26), em sessão da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), sediado em Porto Alegre. A sessão está prevista para começar às 13h30.

O desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava Jato no TRF4, incluiu o processo em mesa para julgamento na última quarta-feira (21). Estarão julgando o recurso os três desembargadores titulares do colegiado. São eles: o relator Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Luiz dos Santos Laus. De acordo com nota divulgada pelo TRF4, os embargos de declaração têm um rito de julgamento rápido.

“No julgamento, não há sustentação oral das defesas, nem do Ministério Público Federal (MPF) e o relator pode ou não se pronunciar, fazendo um breve relato do pedido e um resumo do voto. Na sequência, votam os outros dois integrantes da turma”, informa o tribunal.

A ordem do processo na sessão dependerá, segundo o TRF4, da existência de pedido de preferência por parte das defesas. Caso isso aconteça, o julgamento dos embargos poderá ocorrer no início. Caso contrário, será julgado após as sustentações orais.

Na sexta-feira (23), o Supremo Tribunal Federal (STF) emitiu o salvo-conduto para evitar a eventual prisão de Lula até o dia 4 de abril, quando a Corte voltará a julgar o pedido de habeas corpus (HC) feito pela defesa de Lula. A emissão do documento é uma formalidade cumprida para efetivar a liminar concedida na quinta-feira (22) durante sessão do STF para julgar o HC.

O documento foi assinado pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, e foi enviado ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, e ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.


Informações Folha de Pernambuco

sábado, 24 de março de 2018

Em Jataúba, vereador Maviael diz que não tem nada fechado com ninguém para 2018 e que investigações da CPI vão até o fim

Neste sábado 24, nossa equipe conversou com o vereador Maviael (PSD) da cidade de Jataúba, na pauta possíveis apoios para as eleições de 2018 e os comentários nas redes sociais de uma possível acomodação ou desistência da CPI que foi instalada na câmara de vereadores para investigar possíveis irregularidades na aquisição de carros pipas e nas trocas de pneus e câmaras de ar de veículos da prefeitura de Jataúba.

O vereador garantiu que para as eleições de 2018 ainda não tem nada definido, a única definição é que o mesmo não vota nem apoia o deputado Diogo Moraes em hipótese alguma, quanto aos boatos que o mesmo teria fechado apoio junto com a terceira via local Maviael disse que as conversas estão bem avançadas, porém, afirmou que até o momento não tem nada definido com ninguém e que nos próximos dias deverá está anunciando os nomes que irá apoiar.

Quanto a CPI o vereador garantiu que os trabalhos não vão parar segundo ele a lentidão do processo se dá pelo fato da prefeitura está demorando a entregar os documentos que são solicitados pela comissão. “Agente tá trabalhando firme, o entrave é que o prefeito fica pedindo prazo pra entregar documentos e tentando travar a todo custo, pede 15 dias e quando vence pede mais 5 a assim vai adiando, os dois vereadores de situação que fazem parte da comissão (Antônio Biloza e Zito Lopes) estão tentando esconder as coisas erradas que acontece, mas, vamos fazer um relatório sobre isso e apresentar ao Ministério Público pra mostrar as manobras da prefeitura, tudo vai ser apurado e vamos mostrar os resultados à população”, disse o vereador.

Maviael disse que algumas pessoas ficam conversando besteira em redes sociais e até mesmo pelas ruas, segundo ele, alguém chegou inclusive a dizer que o mesmo teria voltado para o grupo de Antônio de Roque, fato que ele garantiu que nunca irá acontecer.


Jota Silva / Agreste No Ar

Fernando Firoca um nome em evidência na política Jataubense

Resultado de imagem para fernando firoca
Foto: Arquivo Sulanca News
Em ano de eleições as movimentações de políticos de mandatos e lideranças são extremamente comuns em todos os municípios do país, e na cidade de Jataúba a cada dia um assunto novo surge nas rodas de conversa do município. Para as eleições desse ano um político vem tentando ocupar lugar de destaque no município já que dependendo dos resultados das urnas de outubro a sua vida política poderá tomar contornos diferentes.

Ocupando o seu terceiro mandato o vereador Fernando Firoca (PTB), tem ocupado um espaço importante na política local no que se trata das articulações para o grupo denominado terceira via no município, ao lado do ex-vereador Chico de Irineu (PODE) e alguns amigos o vereador tem anunciado toda semana a adesão de famílias e pessoas importantes no contexto político dos dois lados tradicionais na cidade o que o cacifa como um bom nome para unificação de um grupo que tenta desbancar o prefeito Antônio de Roque (MDB) que atualmente está no seu 5º mandato.
Dono de um discurso light, Firoca tem bom trânsito em ambos os grupos o que facilita na hora de angariar aliados. Os resultados das urnas em 2018 no município pode mudar o contexto político local, bem como as futuras pretensões do vereador que em um evento no inicio do ano passado no município de Jataúba chegou a revelar ao comunicador Alberes Xavier que tinha pretensões de disputar a prefeitura da cidade nas eleições de 2020, em conversas com o vereador o mesmo se mostrou otimista e disse que o grupo vem forte, Firoca disse que as articulações estão sendo feitas e que muitas surpresas ainda virão pela frente.

“Quem tem boca fala o que quer, estão falando por aí que A ou B está por trás desse grupo e que a nossa intenção é enfraquecer Fábio Mamão, isso não tem nada a ver, o próprio Mamão disse que eu e Luzimário não fazíamos parte do grupo, estamos procurando o nosso espaço e não vamos desistir do nosso projeto da terceira que pode ter certeza tá incomodando os dois grupos tradicionais da cidade”, declarou Fernando Firoca. 

Nas eleições de 2018  o grupo liderado por Firoca e Chico apoiará Alessandra Vieira (PSDB) e Sílvio Costa Filho (PRB) para deputados estadual e federal respectivamente, no próximo sábado o grupo iniciará o programa 'Avante Amigos' das 11 às 13 horas na rádio Jataúba FM.

Jota Silva / Agreste No Ar

Eu me sentia sub-utilizado no PSB, diz o deputado João Fernando Coutinho

Foto: André Abrahão/PROS/Divulgação
Foto: André Abrahão
Socialista de “carteirinha” durante 23 anos, o deputado federal João Fernando Coutinho toma posse neste sábado como o novo presidente do PROS-PE e anuncia oficialmente o nome de Antônio Souza como pré-candidato ao Senado. Sem meias palavras, o ex-socialista revela que foi “subutilizado” pelo PSB e que poderia ter contribuído mais com sua força de trabalho e interlocução junto ao governo federal com relação à liberação de recursos e na defesa de temas importantes para o estado. A solenidade de posse contará com a presença do presidente nacional da sigla, Eurípedes Júnior, além de diversas lideranças políticas e empresariais do estado. 

O evento será realizado, a partir das 14h, no Empresarial Rio Mar Trade Center, no Pina. João Fernando avisa que, preferencialmente, seu novo partido estará na Frente Popular do governador Paulo Câmara (PSB), mas adverte que a política é a arte do diálogo e que o PROS estará aberto a discutir com outros partidos nesta eleição. O novo presidente estadual do PROS chega com a missão de “robustecer” a sigla em Pernambuco e uma das apostas é o ingresso do ex-prefeito João Paulo, que recentemente pediu licença do PT. 

Com nove deputados federais, a sigla tem até o momento 16 pré-candidatos no estado para a Câmara Federal e vem trabalhando para lançar 50 candidatos à Assembleia Legislativa de Pernambuco. Em entrevista ao Diario, o parlamentar fala de sua atuação no Congresso Nacional, seu empenho e o da bancada federal para a Hemobrás permanecer no estado e também da relação de amizade com o ex-governador Eduardo Campos, a quem o classificou como um pai. Avaliou, ainda, o impacto da morte do líder socialista para o PSB e a política local. Veja abaixo principais tópicos da entrevista.
Isolamento no PSB
Eu poderia ter contribuído tanto com minha força de trabalho quanto com minha disposição de ser o interlocutor de Pernambuco com o governo federal e com toda a nossa base de apoio político. Converso com prefeitos e muitas lideranças. Acredito que tenho condições de melhorar o diálogo com a base, ampliar a discussão dos interesses de Pernambuco junto ao governo federal na liberação de recursos e na defesa de temas importantes para o estado. Sinto-me feliz com o sucesso do PSB e espero, já que tive dificuldades de ajudá-lo como membro do partido nesses últimos anos, que possa ajudar agora como aliado.


Subaproveitado
O PSB faz suas escolhas, é natural. Respeito. Sou grato ao partido pelos quatro mandatos que tive. Dr. Arraes (Miguel Arraes, ex-governador de PE)) foi uma fonte de inspiração e Eduardo foi um professor exigente que nos cobrava resultados e sempre me deu muitas missões. E todas elas eu cumpri com honradez e compromisso. Sinto-me subaproveitado. Eu poderia contribuir muito mais com a Frente Popular.

João Paulo no PROS
João Paulo pode ser candidato a qualquer cargo político em Pernambuco. Ele engrandece qualquer partido. Existem conversas com o presidente nacional de nossa legenda e também conosco. A decisão de ir ou não para o PROS cabe a João Paulo. Qualquer partido político tem interesse em receber um quadro do status dele. Se tiver essa possibilidade, ele vem engrandecer o PROS, que é uma legenda nova com quatro anos de existência. Como diz o presidente nacional, o partido é um livro com páginas em branco para escrevermos essa história.

O impacto da morte de Eduardo
A morte de Eduardo foi duríssima para todo mundo. Era um líder que sempre se impôs através da capacidade de diálogo e de equilibrar as forças políticas internas no partido. Na sua ausência ficou essa lacuna. O governador Paulo Câmara tem se esforçado, como grande gestor que é, mas não tinha ainda o tempo necessário para poder exercer essa condução política. Temos que buscar o que nos une e faz mais forte, que é tentar construir essa discussão de forma mais aberta e harmônica.

Um pai na política
Eduardo para mim era como um pai na política. Tive dois pais, um deles é Eduardo Coutinho (prefeito de Água Preta), e o outro era Eduardo Campos. São dois Eduardos que ajudaram na minha formação política. Um pai é insubstituível. A política é a arte do diálogo e temos que exercê-la. Espero conseguir um diálogo com a Frente Popular a partir do momento que temos um novo projeto para ser construído com um novo partido em Pernambuco.

Primeiro mandato
No primeiro dia da Câmara dos Deputados, apresentei um projeto de Lei 127/2015, para estimular a utilização de energia solar no país. Ao melhorar a matriz energética nacional, reduz a emissão de poluentes e preserva nosso meio ambiente. Também fui sub-relator do Orçamento da Assistência Social. Além disso, aprovamos uma PEC que atingia direto cerca de 700 mil empregos para o país só na cadeia produtiva da vaquejada. Também tive a oportunidade de relatar o RenovaBio, uma nova política nacional de biocombustíveis, que estimula a utilização de tecnologias para reduzir a emissão de poluentes no meio ambiente. Aprovamos uma emenda provisória do Fies permitindo que o trabalhador possa usar o FGTS para pagar os seus estudos.

Hemobras
Criamos a Frente Parlamentar em Defesa da Hemobras. Pernambuco todo se uniu, tanto as forças do governo do estado quanto as da oposição. Foi um passo importante e certamente utilizamos nossas vozes sempre que necessário na defesa dos grandes de Pernambuco. O deputado Jarbas Vasconcelos (MDB) foi a primeira liderança política de Pernambuco que pediu que eu agendasse uma conversa com membros da empresa Shaire e da própria Hemobras para discutir o assunto. A partir daí marcamos uma reunião de toda a bancada e todos se uniram em defesa do tema.

Liberação de emendas
Como deputado federal, nada mais natural buscar investimentos para o estado por meio de nossas emendas parlamentares e de recursos extraorçamentários para o governo do estado. Infelizmente a lógica de rodar as emendas do governo estadual é uma lógica mais complexa do que uma execução direta com órgãos do governo federal como Codevasf (Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco) e Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra a Seca).

O PROS e as alianças
O PROS vinha dialogando com muitas forças políticas antes de nosso ingresso na legenda, dentre elas com a Rede de Sustentabilidade, do ex-prefeito de Petrolina Júlio Lóssio. O PROS é um partido independente que pretende estar na aliança que vai reeleger o governador Paulo Câmara. No entanto, como partido político, temos que estar abertos a conversar com todas as força políticas do estado.

Senado
Em princípio, temos um candidato ao Senado que é Antônio Souza. Não se tem grandes definições do quadro político de Pernambuco e a única definição até o momento é a candidatura de Paulo Câmara ao governo. Como o jogo eleitoral está muito aberto e indefinido, temos que buscar fortalecer nossos quadros do PROS.

Novos oportunidades  
Estive por 23 anos no PSB. Não foram as divergências, mas as oportunidades que surgiram em minha vida depois de muito tempo no partido que fui para o PROS. Nesse sentido, fomos convidados e valorizados por um partido novo, que está sendo fundado. Entrei no PSB simplesmente como filiado entre 1995/1996. Em 2002, não houve nenhuma preparação de candidatura e na véspera da convenção do partido recebi uma convocação de Eduardo Campos para ser candidato a deputado estadual e fazer dobradinha com o ex-governador Miguel Arraes na Mata Sul. 

Aquilo foi um desafio. Eu estava com 22 anos e a 90 dias da eleição. Mas adiante tive novamente o desafio de renovar o mandato de deputado estadual. Muitos diziam que talvez eu fosse um deputado de único mandato. Consegui a minha reeleição e Eduardo o tão sonhado mandato de governador que o projetaria para se tornar um grande gestor público e um político de rara habilidade política.


 Cláudia Eloi - Diario de Pernambuco