quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

62% dos municípios pernambucanos ainda utilizam lixões

Dos 184 municípios pernambucanos, 114 ainda depositam os resíduos sólidos em lixões. Isso significa que 62% das cidades descumprem a Lei Federal que determinava a construção de aterros sanitários em todas as cidades do país até agosto de 2014. Os dados fazem parte do relatório divulgado pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) nessa terça-feira (20).
O levantamento mostra também que 51 municípios, ou 27,7%, depositam os resíduos de forma correta, em aterros sanitários ao longo de 2017. Segundo o levantamento, 10,3% das cidades operam com aterros controlados.
O despejo de lixo em locais inadequados contribui para que o líquido e os gases tóxicos contaminem o solo, os lençóis freáticos, as reservas de água potável e o ar. Isso gera danos à saúde da população e põe em risco a fauna e a flora.
Diante do problema dos lixões, o TCE realizou uma auditoria operacional na CPRH, em 2012, e instaurou um processo. Também abriu auditorias especiais e passou a fazer diagnósticos especiais.
O Tribunal também encaminhou ofícios para cobrar esclarecimentos a prefeituras e enviou os diagnósticos ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Informações G1 Pernambuco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário