quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Vereador Veinho diz não saber que faz parte de uma comissão na câmara na volta dos trabalhos legislativos em Jataúba

Nesta terça-feira 03, os vereadores da cidade de Jataúba retomaram as suas atividades e foi realizada na câmara a primeira reunião ordinária do ano de 2018, apesar dos apelos do presidente da casa Paulo Floriano o clima não foi muito diferente do que aconteceu em 2017 e a sessão foi marcada mais uma vez por trocas de farpas entre os vereadores na tribuna, dois vereadores não compareceram a sessão foram eles, Luzimário (PTB) e Jackson Bruno (PSB).

O fator positivo é que um requerimento apresentado pelo vereador Zuza do Jacú (PTB) e posteriormente cobrado pelo vereador Firoca (PTB) foi atendido e os membros da imprensa que fazem a cobertura das reuniões na casa legislativa ganharam de presente uma bancada onde poderão realizar os seus trabalhos e repercutir o que acontece na casa Inácio Viterbo de Araújo. Dos nove vereadores presentes seis fizeram uso da tribuna, não se pronunciaram a vereadora Josilene e os vereadores Antônio Biloza e Naldo de Bileu.
Zuza (PTB) – O vereador Zuza cobrou agilidade no processo de investigações da CPI e disse que vai fazer de tudo para que as investigações sejam concluídas dentro do prazo, Zuza falou sobre as entrevistas da rádio Jataúba FM com os vereadores e disse que tem uma resposta para dar ao vereador Jackson que o chamou de mentiroso, porém, disse que iria aguardar a vereador está presente pra dizer na cara dele quem de fato é mentiroso, Zuza criticou o vereador Antônio Biloza que segundo ele disse na entrevista que não fazia uso da tribuna para não ficar falando besteira e disse que o mesmo deveria ter mais respeito com os vereadores que usam.

Zuza criticou a postura do vereador Veinho que disse em entrevista desconhecer o fato de ser membro de uma comissão na câmara: “Isso é uma vergonha, um vereador assinar papeis, fazer parte de uma comissão e dizer que não sabe”, disse ele, que posteriormente criticou Veinho por trazer a tona assuntos de bastidores de grupos políticos e que fazem parte do passado: “Isso aí faz parte do passado, vamos viver o presente e o futuro, o senhor tem que se preocupar com seu grupo porque do nosso agente cuida”, finalizou Zuza.
Maviael (PSD) – O vereador Maviael falou do desejo de trabalhar muito no ano de 2018 e disse está pronto para os desafios que tem pela frente, ele também criticou Veinho pela sua postura e disse que cada um é responsável por aquilo que assina, pois, o natural é antes de assinar qualquer documento ler pra saber o conteúdo e não ser uma Maria vai com as outras. “É uma vergonha o senhor dizer uma coisa dessas, como é que o senhor faz parte de uma comissão e diz que não sabe? Qual o compromisso que o senhor tem o povo? Por que o senhor não assume que errou? A culpa agora é de quem preparou os documentos?” Questionou Maviael.

O vereador disse que esse é um exemplo de a população tem que ter cuidado na hora de escolher os seus representantes e eleger alguém que pelo menos saiba que tipo de papel está assinando para que não fique fazendo o que os outros querem e prejudicando a população.
Veinho (PMDB) – O vereador rebateu as críticas dos vereadores Maviael e Zuza dizendo que desconhece o fato de fazer parte de uma comissão: “Eu disse na rádio e repito, não estou sabendo que faço de parte de comissão nenhuma, se alguém errou não fui eu, quem me colocou tinha que ter explicado, olhe agora você faz parte dessa comissão, mas, ninguém me explicou nada, trouxeram os papeis e eu assinei, se amanhã alguém me chamar e me explicar eu vou dizer aqui, mas, até agora ninguém me disse nada e eu não vou dizer uma coisa que não me explicaram”, declarou o vereador.

Veinho disse que o vereador Zuza deveria explicar porque gaguejou na rádio quando foi perguntado quem seria o melhor vice para Mamão nas eleições de 2016; “Porque o senhor não fez como Luzimário que respondeu na hora, o senhor ficou gaguejando, todo mundo sabe inclusive o senhor que o melhor vice era Chico, mas, porque o senhor não respondeu, quem foi que não deixou o senhor responder?”, questionou Veinho.
Zito Lopes (PSDB) – O vereador falou da satisfação de está mais um ano na casa de leis e disse ao vereador Zuza que enviou um ofício solicitando documentos da prefeitura no caso referente à CPI e que a mesma têm cinco dias para fornecer os documentos; “Já solicitei os documentos e acho que na próxima segunda-feira os mesmos serão entregues para que vocês possam fiscalizar o que acham que está errado”, disse Zito, que falou também da esperança que 2018 seja um ano de muito inverno para resolver a questão da seca na Região.
Firoca (PTB) – O vereador Firoca falou sobre a importância da imprensa ter um local para realizar os seus trabalhos na câmara e parabenizou o presidente Paulo Floriano por atender o pedido, ele pediu mais uma vez aos vereadores que deixem de lado as trocas de farpas e foquem no trabalho legislativo, Firoca se disse triste pelo fato de na primeira reunião do ano esses fatos terem voltado a acontecer e disse que pelo que está vendo, daqui a pouco os mesmos vão começar a entrar na vida pessoal uns dos outros.

Firoca disse que os vereadores tem que focar em apresentar requerimentos, fiscalizar e tentar resolver os problemas da cidade. Firoca fez um alerta pelo fato de 2018 ser um ano de eleições e disse que a população analise bem antes de votar, pois, agora todo mundo é bonzinho, mas, o povo tem que ver quem são os deputados que tem compromisso com a cidade.
Paulo Floriano (PMDB) – Reiterou o compromisso de conduzir os trabalhos na câmara da melhor maneira possível, Paulo disse que agora no mês de janeiro vai formar a comissão de ética já que existe um projeto de autoria do vereador Antônio Biloza e que qualquer vereador que faltar com respeito ao outro poderá sofrer punições, Paulo disse que quer a casa cheia nas reuniões, porém, sem baterna, mas, com respeito aos vereadores.

Sobre o concurso disse que já abriu a licitação e até o final de janeiro desse ano irá apresentar a empresa vencedora para que o mesmo seja realizado, concurso esse para o preenchimento de oito vagas na câmara de vereadores.

A próxima sessão ficou marcada para o próximo dia 11 de janeiro às 20 horas.


Jota Silva / Agreste No Ar

Um comentário:

  1. Susana Alves de lima3 de janeiro de 2018 18:49

    Eu digo e repito: Veinho não sabe ler. Se estão duvidando de mim, peçam para ele ler qualquer coisa. Se Jataúba fosse uma cidade séria, esse cidadão já teria perdido o mandato por ser analfabeto.

    ResponderExcluir