sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Paulo Câmara assina ordem de serviço da Adutora do Alto Capibaribe em um evento cheio de curiosidades em Santa Cruz

No início da tarde desta sexta-feira 12, o governador de Pernambuco Paulo Câmara esteve ao lado do governador na Paraíba Ricardo Coutinho, deputados, secretários de governo, prefeitos, vereadores e lideranças de toda Região na Escola Luiz Alves em Santa Cruz do Capibaribe, na ocasião o governador inaugurou a quadra poliesportiva da referida escola e assinou a ordem de serviço para que sejam iniciadas as obras da Adutora do Alto Capibaribe, obra que irá beneficiar mais de 280 mil pessoas segundo o próprio governador.

Durante o encontro algumas curiosidades foram flagradas pela nossa equipe, que esteve atenta a cada movimento dos políticos de nossa Região, confira algumas curiosidades.

Rachou de vez
Resultado de imagem para edson e alessandra vieira
Em entrevista concedida a rádio Jataúba Fm o prefeito de Santa Cruz Edson Vieira que está praticamente rompido com o governo do estado também declarou guerra ao deputado Diogo Moraes, Edson disse que está costurando a candidatura da sua esposa Alessandra Vieira para disputar uma vaga na ALEPE em 2018 o que deixa a política santa-cruzense embolada uma vez que já tem declarada a pré-candidatura de Zé Augusto, Diogo Moraes que até então é aliado do prefeito, do ex-vereador Aguinaldo Xavier, e comenta-se nos bastidores uma possível candidatura do vereador Joab do Oscarzão esse último com o apoio do MTST estadual, como será que Diogo vai digerir essa possibilidade?

 Separados por dois governadores
Assim ficou a configuração na composição do palanque durante o encontro quando Edson e Diogo ficaram separados por Paulo e Coutinho, durante todo o evento o que se observou é que os dois quase não se falaram e o que houve foram apenas poucas trocas de olhares não muito fraternos, antes de chegar a Santa Cruz Paulo e Diogo participaram de um encontro na cidade da Barra de São Miguel na Paraíba onde Edson não compareceu, no seu discurso Edson cobrou do governador o asfalto na estrada que liga Santa Cruz a Barra de são Miguel, já Diogo destacou o trabalho de Paulo Câmara para o município no que parece ter sido um recado pra Edson que rompeu com mesmo.

Esqueceu de novo
Imagem relacionada
Durante o discurso do deputado Diogo outro fato chamou atenção, ao cumprimentar as autoridades presentes e falar sobre a importância da obra Diogo começou citar os nomes das cidades que seriam beneficiadas e não é que por coincidência ou não o deputado esqueceu de citar o nome da cidade de Jataúba. Será que de fato foi um lapso e o deputado esqueceu, ou essa água de fato não chegará a Jataúba e o deputado não quis fazer propaganda enganosa? É esperar pra ver.

O dia em que água e óleo se misturaram
Como havíamos noticiado durante a semana uma das grandes expectativas do evento seriam o comportamento das lideranças políticas da cidade de Jataúba, e não é que o inesperado aconteceu, acompanhando a comitiva do governador o prefeito Antônio de Roque ao chegar subiu logo ao palco, logo após, o líder da oposição Fábio Mamão também foi convidado a subir, os ficaram sentados lado a lado separados apenas por Robevan prefeito de Santa Maria do Cambucá que ficou entre ambos. Nas últimas entrevistas Mamão disse que água não se mistura com óleo e que no palanque que o prefeito estivesse o mesmo não subiria. Quem foi o santo que operou esse milagre? Diogo ou Paulo? Fato é que aliados de Mamão não gostaram nada do fato, e chegaram e declarar abertamente que não aceitariam tal atitude como, por exemplo, o vereador Zuza que estava presente no evento.

Protestou
Mais uma vez o já conhecido popular Clodoaldo Barros roubou a cena e aproveitou o ato para protestar contra o governador, de forma pacífica Clodoaldo usou um quadro onde por diversas vezes colocou reivindicações ao governador chamando a atenção dos presentes, em uma delas ele questionava: “Governador água nas casas quantos dias por mês? 2? 3?...”, questionou o popular. Toda ação do popular foi monitorada de perto tanto pela Guarda Municipal, quanto pelos PM’s que estavam no local.
Outro fato que chamou atenção foi a ausência de público no local onde poucas pessoas compareceram e entre os presentes na sua grande maioria eram políticos e imprensa da região e cobriam o evento, lembrando que Paulo tenta a todo custo reverter um quadro de baixa popularidade que o mesmo carrega principalmente no Agreste já que faltam apenas 9 meses para as eleições.

Jota Silva / Agreste No Ar


Nenhum comentário:

Postar um comentário