sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Temer diz que nada sabia sobre confusão do PMDB em Pernambuco, mas não colou

Imagem relacionada
Ficou feio para o presidente Michel Temer ter dito ao vice-governador Raul Henry e ao deputado Jarbas Vasconcelos que não era do seu conhecimento a briga que ambos travam em Pernambuco com o senador Fernando Bezerra pelo controle do PMDB estadual.
Temer não só tem conhecimento dessa briga como deu apoio ao senador Romero Jucá para instaurar no âmbito da executiva um processo de dissolução do diretório pernambucano a fim de colocá-lo nas mãos do senador petrolinense. Não era desejo do vice-governador pedir audiência ao presidente para tratar de uma questão paroquial. Pretendia enfrentá-la no âmbito interno ou judicializando a briga, como de fato judicializou.
Mas diante da versão do senador de que essa parada “já está resolvida”, o jeito foi pedir socorro a Temer a quem também se comunicou que o voto de Jarbas será a favor da aprovação da reforma previdenciária, tema que é caro ao governo. Temer ficou de falar com Jucá sobre essa disputa, mas quem o conhece garante que nessa briga ele não se envolverá. Deixará que a palavra final seja dada pelos órgãos diretivos do partido.
Por Inaldo Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário