quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Presidência da República confirma a senador Fernando Bezerra garantia de R$ 126 milhões à Adutora do Agreste

A Presidência da República confirmou, na manhã desta quarta-feira (13), a garantia (empenho) de R$ 126,3 milhões para investimentos nas obras da Adutora do Agreste. A informação foi confirmada ao senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) pelo presidente Michel Temer e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, durante audiência no Palácio do Planalto, com a participação dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Fernando Filho (Minas e Energia) e Mendonça Filho (Educação), além do deputado Fernando Coutinho (PSB-PE). Deste total, R$ 68,2 milhões já estão depositados na conta do Governo de Pernambuco.
“Uma demonstração clara da atenção do governo federal com os pernambucanos”, comemorou o senador, que deu início à construção da Adutora do Agreste no período em que foi ministro da Integração, entre janeiro de 2011 e outubro de 2013. Os recursos assegurados pela União à Adutora estão inseridos no Programa Avançar, coordenado pela Presidência da República, que destinou mais de R$ 3 bilhões a Pernambuco no âmbito do programa. A Adutora do Agreste ainda contará com mais R$ 270 milhões dentro do Avançar.
A ADUTORA – A Adutora do Agreste é uma das principais obras da Transposição do Rio São Francisco. Ao receber e conduzir águas do Velho Chico e de outros reservatórios e poços para o Sertão e o Agreste nordestinos – regiões mais castigadas pela seca – a adutora garantirá o abastecimento regular à população. “E impulsionará a economia no Nordeste, resultando em empregos e renda para a região e o país”, destaca o vice-líder do governo no Senado.
Quando concluída, a Adutora do Agreste beneficiará 17 municípios. “Continuarei mobilizado para o término desta obra. Este é um dos empreendimentos mais importantes para legar a Pernambuco e ao Nordeste a segurança hídrica que tanto almejamos”, afirma o senador Fernando Bezerra.
Informações Blog do Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário