quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Santa Cruz do Capibaribe; Queimados para 2018 - Armando Monteiro e Ricardo Teobaldo deverão ser ‘trocados’ no palanque Taboquinha

Resultado de imagem para armando monteiro e ricardo teobaldo
Foto: Divulgação
Ao que tudo indica, aquilo que acontece na cena política nacional deverá mesmo nortear e interferir em importantes decisões a serem tomadas pelos principais nomes do grupo Taboquinha com vistas a eleição de 2018, quando os eleitores irão às urnas para a escolha de presidente da república, governador, senadores e deputados, estadual e federal.

As votações que têm ocorrido no Congresso Nacional, com a análise e aprovações de reformas importantes estão sendo utilizadas como argumentos para as prováveis substituições de nomes como, Armando Monteiro Neto e Ricardo Teobaldo, que não seriam mais unanimidade dentre os eleitores do grupo de oposição, que vêm neles, ‘traidores do povo’, por suas posições, favoráveis às reformas, trabalhista e previdenciária. 

Armando Monteiro votou favorável a reforma trabalhista no Senado Federal e isso fez com o que o nome de Marília Arraes ganhasse forças, sendo ela apontada como a melhor opção para a disputa pelo governo do estado em 18. Caso ela consiga consolidar o seu projeto político dentro do PT, Marília seria a preferida de setores do grupo Taboquinha, que já não admitem votar em Armando.

A aproximação política de Armando com Mendonça Filho, Fernando Bezerra Coelho e Bruno Araújo também é visto como um fator muito forte para que o bloco de oposição não vote nele, mesmo que ele não seja candidato ao governo do estado, e sim ao Senado.

Já Ricardo Teobaldo viu seu nome cair em desgraça junto aos Taboquinhas também por se posicionar favorável a reforma trabalhista. Teobaldo chegou a ser questionado e insultado por vereadores da bancada de oposição, criando um grande constrangimento com o ex-prefeito Zé Augusto Maia, principal fiador político de Teobaldo na região.

Para o lugar de Teobaldo, caso ele realmente seja ‘fritado’, dois nomes despontam como favoritos: Luciana Santos, do PC do B e Silvio Costa, que já participou, inclusive, de uma campanha municipal Taboquinha, em 2012, quando pediu votos para Zé Augusto, então candidato a prefeito de Santa Cruz.

Luciana Santos seria uma aposta de Zé Augusto, que formaria com ela uma dobradinha, com a comunista tentando a reeleição para a Câmara Federal e Zé uma vaga na ALEPE. Já Silvio Costa seria o preferido por outros nomes do partido, que publicamente ainda não trabalham tal ideia. A situação poderá fazer com o que o cenário de 2014 se repita, com múltiplas candidaturas do grupo de oposição.

O fato é que... – O grupo de oposição terá uma nova configuração política para a próxima disputa estadual e nomes tradicionais, como Armando Monteiro, poderão não mais subir no tradicional palanque vermelho da Capital das Confecções.

Informações Blog do César Mello

Nenhum comentário:

Postar um comentário