segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Eleições 2018: Sem Fernando Bezerra no palanque, derrota de Paulo Câmara é um risco iminente

Resultado de imagem para paulo camara e fernando bezerra

A sucessão estadual em Pernambuco promete surpresa, os holofotes em torno de uma ruptura ao grupo do PSB fortaleceriam muito mais a Fernando Bezerra Coelho (PSB) na corrida ao Palácio dos Campos das princesas.

No sertão, onde o senador é uma figurinha predominante na preferência eleitoral, seu hoje ainda aliado Paulo Câmara (PSB), não conseguiria uma votação que viesse a complementar a conjuntura eleitoral da região metropolitana. Por outro lado, o Senador Fernando Bezerra, seria destaque na próxima eleição, por conseguir emplacar uma aliança politica nas regiões Agreste, Mata Norte e Mata Sul, além do entrosamento já consolidado na região Metropolitana. Essa matemática coloca Bezerra a um passo de trocar o paletó de Senador pra Governador de Pernambuco. Aplicamos nesse contexto a tese de que o senador sairá no lucro com as alianças municipais, inclusive prefeituras do próprio PSB, seriam dissidentes dessa nova perspectiva politica do estado. 

Fernando Bezerra parece ser a peça do xadrez mais apto à conquista de lideranças politicas, perfazendo uma aliança positiva e imbatível na união dos ministros do governo Temer, estes com certeza faria parte da aliança fernandista.

Quem viver, verá e poderá acompanhar ou não a derrota de Paulo Câmara por seu dissidente Fernando Bezerra Coelho. 


(Por Fábio Cardoso) Fonte: Cidade em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário