segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Apoio de deputado e ausência da população marcam audiência pública que discutiu a perenização do Rio Capibaribe em Toritama

Na última sexta-feira 18 de agosto aconteceu na cidade de Toritama mais uma audiência pública que tem como objetivo a perenização do Rio Capibaribe, através do eixo leste com as águas do Rio São Francisco, o ato aconteceu na câmara de vereadores da cidade e teve como anfitrião o vereador Morica, depois de Jucazinho, Jataúba e Santa Cruz do Capibaribe o que se viu foi um evento que vêm se esvaziando a cada dia e isso talvez em virtude do anúncio por parte do Governo do Estado da construção da Adutora do Alto Capibaribe que por sinal já está com o seu inicio atrasado.
Um fato que chamou a atenção foi à ausência de lideranças políticas de várias cidades que seriam contempladas com o projeto, dentre todas as ausências a mais comentada sem dúvidas foi a do idealizador do projeto, o empresário Géo Caldas, o que confirmou informações que circulavam nas redes sociais nos dias que antecederam o evento.
A ausência de público também foi muito comentada, já que o que se percebeu é que a cada audiência o número vem diminuindo, curiosamente entre os quatro atos que foram realizados o que teve mais peso tanto de políticos, quanto de pessoas foi o da cidade de Jataúba, onde um bom público esteve na praça, além de vários prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, ex-deputado e dos atuais deputados Eriberto Medeiros e Pastor Eurico.

Em Toritama o evento contou com a presença do Presidente da UVP (União dos Vereadores de Pernambuco) Josinaldo Barbosa e do deputado estadual Tony Gel, em entrevista a Rádio Jataúba FM, Josinaldo falou da importância do ato e disse que o caminho de fato é unir forças para buscar resolver os problemas que sociedade enfrenta, no entanto, se disse decepcionado com baixa presença do público: “Quando entrei na cidade vi carros de som anunciando o evento, a rádio local convocando e agora olhamos aqui e só tem políticos, fico decepcionado pela falta de interesse da população, isso é muito ruim porque depois eles não podem cobrar dos políticos”, disse Josinaldo.
Já o deputado Tony Gel disse que o projeto é muito importante e se colocou a disposição da comissão no sentido de buscar a viabilidade, no entanto, falou que tudo tem que ser discutido com muita responsabilidade: “O momento é de discussões e precisamos ter muita responsabilidade, precisamos pensar em como será feita essa revitalização, para que simplesmente não venhamos pegar água limpa e jogar dentro de um Rio sujo, tem outro detalhe que precisa ser levado em conta que são os riscos de matar o Velho Chico, por isso temos que ter um estudo bem aprofundado sobre o assunto”, disse Tony Gel, que falou já existe um projeto em discussão para revitalizar também o Rio Ipojuca que corta a capital do Agreste, Caruaru.
Quem também esteve presente no ato foi o líder político Fábio Mamão da cidade de Jataúba que em entrevista disse: “Estamos muito satisfeitos e avaliamos o evento como positivo, a cada dia o projeto ganha corpo e estamos ganhando apoios importantes como do presidente da UVP e do deputado Tony Gel, sabemos das dificuldades que temos uma vez que essa ação do governo tentou enfraquecer o nosso movimento, mas, vamos a luta, pois, o nosso projeto não tem bandeira partidária e irá beneficiar mais de 1 milhão de pessoas, principalmente os ribeirinhos que são quem mais sofre com a seca”, disse Mamão.

Questionado sobre ter organizado o maior ato até agora, Mamão disse que ver isso com naturalidade, pois, segundo ele cada um tem sua maneira de organização e disse que irá continuar participando de todos os atos que forem realizados, além de Mamão estiveram presentes representando a cidade de Jataúba, o vereador Zuza do Jacu e o ex-vereador Furibinha além de correligionários e alguns membros da imprensa local.
O vereador Zuza também falou sobre o ato e disse que é importante a união de forças em torno do projeto, disse que o povo tem sofrido muito com a seca e os políticos precisam ter uma atenção especial com o assunto, para o vereador perenizar o Rio Capibaribe seria assim como na Paraíba estimular a agricultura familiar e proporcionar a população melhores condições de se viver.

Segundo informações uma audiência para discutir o tema será realizada na ALEPE (Assembleia Legislativa de Pernambuco), porém, a data e o horário serão confirmados nos próximos dias. 


Agreste No Ar / Portal do Agreste

Nenhum comentário:

Postar um comentário