sexta-feira, 30 de junho de 2017

Voto favorável de Armando Monteiro na Reforma Trabalhista sinaliza nova novela política na Oposição em Santa Cruz

Na última quarta-feira (28), após 14 horas de sessão na Comissão de Legislação e Justiça do Senado, foi aprovado o texto base da Reforma Trabalhista, que deve ser votado em breve pelos senadores no plenário. Foram 26 senadores que votaram pela aprovação na CCJ do projeto, que tem como pontos polêmicos a terceirização e ao aumento da jornada diária de trabalho.
Entre os que votaram favoráveis está o senador Armando Monteiro (PTB), aliado do grupo de Oposição em Santa Cruz do Capibaribe. Vale destacar que a maioria de vereadores e lideranças da Oposição sinalizam ser contrários as reformas trabalhistas e também da previdência, inclusive com possibilidade de rompimento político.
O fato deve refletir diretamente na política local e até o momento, nenhuma das lideranças comentaram o voto do senador. O senador era o único do estado como membro titular da referida comissão.

Informações Ney Lima

Ministro do STF devolve mandato de Aécio e nega prisão do senador

Aécio Neves
O ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), devolveu nesta sexta (30) o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e negou pedido de prisão feito pela PGR (Procuradoria-Geral da República).

Na decisão, Marco Aurélio informa que restabelece "a situação jurídico-parlamentar então detida, afastando as demais restrições implementadas".

Com isso, o ministro retirou as medidas cautelares que haviam sido impostas ao tucano, tais como restrição de contatar investigados ou proibição de deixar o país, assim como a retenção de seu passaporte.

"Provejo o agravo para afastar as medidas consubstanciadas na suspensão do exercício de funções parlamentares ou de qualquer outra função pública, na proibição de contatar outro investigado ou réu no processo e na de ausentar-se do país, devolvendo ao agravante a situação jurídica que lhe foi proporcionada pelos eleitores no sufrágio universal", escreveu o ministro.

Ao negar o pedido de prisão, Marco Aurélio afirmou que o voto do eleitor deve ser respeitado.

"A liminar de afastamento é, de regra, incabível, sobretudo se considerado o fato de o desempenho parlamentar estar vinculado a mandato que se exaure no tempo", disse ele.

"Em síntese, o afastamento do exercício do mandato implica esvaziamento irreparável e irreversível da representação democrática conferida pelo voto popular."

"Julgo prejudicado o agravo formalizado pelo Procurador-Geral da República em que veiculado o pedido de implemento da prisão preventiva do agravante", concluiu.

OPERAÇÃO PATMOS
Em 18 de maio, quando foi deflagrada a operação Patmos, o ministro Edson Fachin atendeu pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República) e determinou o afastamento de Aécio das atividades parlamentares.

De acordo com os investigadores, o tucano usou o cargo para atuar em benefício da J&F, a holding da JBS, além de atuar, como presidente do PSDB, para ingerir em assuntos governamentais. Aécio nega as acusações.

A PGR também havia pedido sua prisão, mas Fachin negou.

Defesa e Procuradoria recorreram. A PGR pediu novamente a prisão e a defesa, o retorno ao cargo.

As condutas de Aécio estavam sendo apuradas na mesma investigação do presidente Michel Temer. Fachin dividiu o inquérito, e a parte relativa ao tucano foi sorteada para um novo relator, Marco Aurélio.

Os recursos estavam na pauta da primeira turma do STF - composta por cinco ministros - na semana passada, mas Aécio fez um novo pedido, para enviar o caso ao plenário, a fim de ser decidido pelos 11 magistrados.

Marco Aurélio retirou a ação da pauta da turma e disse que precisava deliberar sobre o caso. Não há prazo para ele tomar uma decisão.

Em 2 de junho a PGR denunciou Aécio Neves pelos crimes de corrupção passiva e obstrução da Justiça por fatos apontados por delatores da JBS.

Informações Folha de PE

Área VIP para correligionários do prefeito no São João da Moda 2017 gera polêmica

Área oferece privilégios a correligionários, enquanto demais pessoas ficam separadas por grades. Fotos: Divulgação.

Uma matéria publicada no Blog do Ney Lima nesta quinta-feira (29) levantou mais uma questão que vem gerando polêmica. Trata-se da área de Front Stage, que tem sido destinada para acomodar agentes públicos, correligionários e familiares de políticos ligados ao prefeito Edson Vieira (PSDB), durante os principais shows do São João 2017 em Santa Cruz do Capibaribe.

O espaço fica em frente ao palco principal do São João da Moda e, na prática, vem sendo utilizado com critérios desconhecidos nos últimos anos e não está incluído nos espaços planejados para captar recursos complementares para o São João, a exemplo do que acontece com os espaços destinados a camarotes. A área frontal dispõe de maior segurança, espaço cômodo e visão privilegiada do evento.
Em shows com atrações de menor popularidade as grades são removidas e não existe a área vip. Nos dias de shows com atrações de renome nacional a 'área vip' no evento público conta com mesas e a presença apenas de pessoas específicas, dentre elas personalidades, secretários, vereadores e seus familiares e amigos.

Pessoas que procuraram saber como fazer para ter acesso ao local foram informadas que a área é exclusiva para amigos convidados por políticos ligados ao prefeito e secretários municipais.


Informações Blog Merece Destaque

ALEPE inaugura nova estrutura e presta homenagens

A Assembleia Legislativa de Pernambuco escreveu ontem uma importante página da sua história ao encerrar as atividades no Palácio Joaquim Nabuco, Casa centenária que há muitos anos não tinha mais condições estruturais de receber o movimento de sessões plenárias, reuniões solenes, etc. Um patrimônio de todos os pernambucanos que agora virará museu e contará a história do poder legislativo do nosso estado.
As atividades legislativas a partir de agosto quando a Casa voltará do recesso parlamentar serão no imponente plenário construído para abrigar as discussões do nosso estado. Nele, uma homenagem justa a um governador que entrou para a história de Pernambuco por liderar o nosso estado como poucos e ter feito parte da Casa como parlamentar na legislatura de 1991 a 1994. O plenário Governador Eduardo Campos é de longe a homenagem mais apropriada que o ex-governador havia recebido em quase três anos da sua morte.
Outro grande político de Pernambuco, único a governar o estado por três vezes e também ter sido integrante da Casa Joaquim Nabuco por duas ocasiões, o ex-governador Miguel Arraes dará nome ao edfício que comportará o plenário e outros importantes espaços da Casa Joaquim Nabuco. Apesar de fazerem parte de uma mesma família, Arraes e Eduardo foram únicos no seu tempo, eles souberam a nítida dimensão do cargo de governador de Pernambuco e sem sombra de dúvidas merecem a homenagem que a Alepe viabilizou no dia de ontem.
A Casa de todos os pernambucanos agora está a altura da altivez do nosso estado, e parte deste belo projeto se deve a três deputados que trabalharam intensamente para que o sonho de uma sede imponente se tornasse realidade, que são o presidente Guilherme Uchoa, o ex-primeiro secretário João Fernando Coutinho e o atual Diogo Moraes, além de todos os outros que participaram direta e indiretamente desta realização. Teremos a partir de então a estrutura mais moderna de todas as assembléias legislativas do país, num espaço que não deve nada ao Congresso Nacional.
Resposta – O deputado estadual Edilson Silva (PSOL) quis fazer uma crítica a escolha do nome de Eduardo Campos para batizar o novo plenário dizendo-se envergonhado com a decisão da Casa. O presidente Guilherme Uchoa prontamente respondeu, dizendo que vergonha quem tem são os eleitores dele que acreditaram que ele seria um deputado diferenciado mas que suas práticas não destoam dos demais.
Elegância – Todos elogiaram o belo discurso feito pelo líder da oposição na Alepe deputado Silvio Costa Filho (PRB) na sessão de encerramento do Palácio Joaquim Nabuco. As palavras de Silvinho foram extremamente elegantes e adequadas para o momento. Ele também se posicionou favorável ao nome de Eduardo Campos ao plenário, também não poderia ser diferente uma vez que ele foi secretário e líder do governo de Eduardo. Silvinho é de longe um dos melhores deputados da Casa.
Festejado – O senador Fernando Bezerra Coelho foi muito festejado na solenidade de inauguração do Edificio Miguel Arraes. Muitos deputados se disseram animados com a possível postulação do senador ao Palácio do Campo das Princesas. Além do mais, ele ficou para a sessão de encerramento e foi um dos últimos a sair da inauguração do novo prédio, num claro sinal de reverência ao Poder Legislativo estadual.
Federal – O deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB) decidiu que não voltará para a Alepe em 2018, vai buscar a reeleição para a Câmara Federal no ano que vem. A decisão mexe diretamente com os movimentos de Odacy Amorim (PT) e Lucas Ramos (PSB) que pensavam no voo federal amparados no vácuo que seria deixado por Adalberto.
Informações Edmar Lyra

Três morrem após troca de tiros com policiais, em Toritama

Na noite desta quinta-feira (29) uma intensa troca de tiros acabou resultando na morte de três pessoas, em Toritama. De acordo com informações da nossa equipe de reportagens que esteve no local, o trio seria de assaltantes que teriam atirado contra o efetivo do BEPI durante uma abordagem.

Informações dão conta que os jovens foram identificados pelos primeiros nomes, sendo eles; Cícero, Mateus e Jardiael. No local da troca de tiros foram localizadas três armas de fogo, estas que teriam sido utilizadas pelos indivíduos na intenção de atingir o policiamento.

Polícias do BEPI destararam que após o ocorrido o trio foi levado para o Hospital Municipal da cidade, porém não resistiram aos ferimentos e faleceram na unidade hospitalar.

Informações Blog do Bruno Muniz / Foto: Ademilton Silva (Agreg Imagem)

Solenidade marca última reunião plenária no Palácio Joaquim Nabuco

Plenário da Casa cheio de autoridades e deputados
Em um plenário cheio, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) reúne, na tarde desta quinta-feira (29), lideranças políticas, nomes do judiciário estadual e parlamentares para a última reunião plenária a ser realizada no Palácio Joaquim Nabuco, antes da inauguração Edifício Miguel Arraes. 

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), foi um dos presentes da discursar. Durante sua fala, relembrou as trajetórias dos ex-governadores Miguel Arraes e Eduardo Campos e declarou que o País precisa, hoje, de política "do debate sério e consciente", que vença a radicalização estéril e irresponsável para que o Brasil tenha direito ao futuro.

O governador afirmou que o País já venceu diversas crises e defendeu que não se avança sem a unidade nacional e que foi desta forma em todos os momentos da história do País. "Hoje, vivemos certamente a mais grave crise econômica, moral, ética e política do País. Mas isso não pode nos levar a desistir da política", afirmou o gestor. "É preciso separar o papel das instituições e impedir a criminalização da política", completou Paulo Câmara, sendo bastante aplaudido pelos presentes.

O presidente da Casa, Guilherme Uchoa (PDT), recebe também na Alepe o vice-governador Raul Henry (PMDB); o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB); o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Carlos Porto; o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Leopoldo Raposo; a ex-primeira-dama do Estado Renata Campos e seu filho João Campos, que é chefe de gabinete de Paulo Câmara.

Após a solenidade no antigo plenário, o novo prédio da Alepe - Edifício Miguel Arraes - será inaugurado. O local abriga o novo plenário, que recebeu o nome de Eduardo Campos.

Com informações de Carol Brito e Renata Bezerra de Melo, da Folha de Pernambuco.

Fundo partidário vai distribuir R1,2 Bi a políticos

Resultado de imagem para fundo partidário

Com pagamentos a partidos políticos de quase R$48 milhões apenas no mês de junho, o Fundo Partidário atingiu a marca de R$609 milhões nessa farra até 28 de junho. A expectativa é que o total distribuído aos partidos, em 2017, supere R$1,2 bilhão até o fim deste ano. Será o maior valor da História subtraído do bolso do contribuinte para entregar a partidos políticos durante um ano em que nem sequer haverá eleição. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O PT de Lula e Dilma, mesmo em desgraça, foi o partido que mais recebeu verbas do Fundo Partidário em 2017: R$ 42,07 milhões.
O PSDB de Aécio Neves e Geraldo Alckmin recebeu R$ 34,7 milhões do Fundo Partidário. Quem vive de alugar jatinhos ficou feliz.
O PMDB levou R$ 33,8 milhões até junho. Na lanterninha o Podemos, ex-PTN, nos tomou R$515 mil e o Solidariedade R$452 mil.

Do Diário do Poder

Terceirizados do IML do Recife param por causa de atraso de salário

IML Recife
Por causa de atraso no pagamento de salários, trabalhadores terceirizados do Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife paralisaram as atividades desde a manhã desta quinta-feira, na capital pernambucana.

Segundo os trabalhares, eles não receberam o pagamento do mês de maio quando já se está no fim de junho. O grupo também reivindica também o tíquete alimentação e o vale transporte, que está sem receber há três meses.

Os terceirizados são contratados, de acordo com a Força Sindical de Pernambuco, pelo empresa Pessoal Serviços. A maioria dos trabalhadores é formada por maqueiros e, dentre as atividades afetadas pela paralisação, estão as de remoção de corpos nas ruas, preparação de cadáveres e liberação de corpos. 

Informações Folha de PE

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Esquema de fraude de licitações no Agreste é alvo de operação

Operação da Polícia Civil
Onze integrantes de uma organização criminosa comandada por quatro empresários que fraudaram licitações de transporte escolar e coleta de resíduos sólidos no município de João Alfredo, no Agreste de Pernambuco, são alvo de uma operação deflagrada nesta quinta-feira (29) pela Polícia Civil de Pernambuco nos municípios de Recife, João Alfredo, Surubim, Orobó e Bom Jardim.

De acordo com a polícia, as fraudes de mair de R$ 6 milhões ocorreram entre 2013 e 2017 e beneficiaram as empresas CJ de Figueiredo e SplendourTur. O verdadeiro proprietário é o empresário Adriano Barbosa da Fonseca, conhecido por “Preto”, que usava os nomes de Flávio Roberto Barbosa de Souza, Cláudio José de Figueiredo e Luciano Barbosa da Fonseca.

A operação adsumus, que significa aqui estamos, contou com a participação de 75 policiais civis, dentre delegados, escrivães e agentes. As investigações foram presididas pelo delegado Paulo Gondim. Os envolvidos são investigados pelos crimes de Organização criminosa, Lavagem de Dinheiro, Fraude a Licitações e Falsidade Ideológica.

Informações Folha de PE

Crise na segurança pública – Após oito meses, Secretário de Defesa Social de Pernambuco deixa o cargo

Na tarde desta quarta-feira (28) foi confirmada a saída de Ângelo Gioia do cargo de Secretário de Defesa Social de Pernambuco. O posto lida diretamente com o comando da segurança pública no estado, que vivencia uma grave crise motivada pela defasagem no quadro de efetivos e de estrutura de trabalho, aliada ao crescente número de crimes violentos e também cometidos contra o patrimônio (assaltos e furtos).
Ângelo Gioia, que é policial federal aposentado, assumiu o cargo em outubro de 2016, depois da saída de Alessandro Carvalho. Para seu lugar, está escalado o atual corregedor-geral da pasta, Antônio de Pádua Vieira Cavalcanti.
O governador Paulo Câmara (PSB) fará a posse do novo secretário na próxima sexta (30), no Palácio do Campo das Princesas. Com a saída de Gioia, fica a expectativa se as promessas, em especial aquelas que repercutem no Polo de Confecções a exemplo da instalação de um novo Batalhão Especial da Polícia Militar em Caruaru (cujos efetivos também serviriam para Santa Cruz) e um novo concurso público para contratação de novos policiais civis entre outros serão, de fato, cumpridas.
Coincidência ou reflexo da crise?
Ainda de acordo com o Governo do Estado, a saída de Gioia se deu por motivos pessoais, mesmo motivo alegado por Alessandro quando também deixou o cargo.

Informações Ney Lima

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Daniel Coelho dispara: “O governo é uma fábrica de crise”

O deputado federal Daniel Coelho (PSDB-PE) afirmou, em entrevista à Rádio CBN, na manhã desta quarta-feira, a permanência do PSDB do governo Temer, ao invés de ajudar, tem prejudicado o país, pois prolonga a crise de um governo que já acabou. “A presença do PSDB no governo faz muito mal ao país, porque alonga uma crise que na minha opinião não tem como acabar. Não vejo como esse governo se recuperar, readquirir credibilidade e força política para tocar matérias importantes. Quanto antes acabar essa crise, melhor”, disse.
O parlamentar tucano vê no governo “uma fábrica de crise” e “quanto mais tempo ele existir, mais crises aparecerão”, pois seu formato, de fatiamento do Estado e de coalizão é muito parecido com o do governo Dilma. “Quanto mais tempo durar o governo, mais escândalos virão. A tendência é que cada dia seja pior do que o outro. Então, o que o partido está fazendo num ambiente como este”, questionou.
Na leitura de Daniel, “o partido está evidentemente dividido” tanto quanto a deixar o partido, quanto nos votos para acatar a denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer. “Eu acho os argumentos apresentados pelo próprio presidente Temer e por aqueles que defendem enterrar essa denúncia (da PGR) muito frágeis. E dentro do PSDB eles ficam mais frágeis ainda porque o partido foi muito duro na cobrança da corrupção e dos erros cometidos na época do governo Dilma e fica inexplicável agora você não deixar que a investigação contra Temer prossiga”, destacou.
Daniel Coelho acredita, no entanto, ser possível que essa posição do partido seja revista. “Principalmente na bancada na Câmara dos Deputados, há uma vontade grande de que o partido se afaste da base do governo. A decisão não é permanente, a gente acredita que alguns podem mudar de opinião e o que foi na última semana uma posição minoritária, pode se tornar uma posição majoritária”, concluiu.
Blog do Edmar Lyra
VIAJE BEM, VIAJE COM:
APOIO

Paulo Câmara vai retomar Pernambuco em Ação em julho

Após cancelar a rodada do Pernambuco em Ação que aconteceria em Caruaru, por causa da crise política desencadeada no último mês, o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que vai retomar as viagens em julho. O modelo é inspirado no Todos Por Pernambuco, implantado pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB).

Nas viagens, Paulo Câmara tem admitido que não vai cumprir algumas promessas firmadas na campanha, porém tem repactuado metas e assinado a liberação de recursos para empreendimentos nos municípios visitados.

A resposta da oposição ao programa foi a criação do Pernambuco de Verdade, onde parlamentares da bancada contrária ao governo Paulo Câmara na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe) têm feito o mesmo percurso do Pernambuco em Ação apontando as problemáticas da gestão socialista nas localidade visitadas.

Do Direto ao Ponto

Compesa anuncia realização de concurso público

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) lançará o edital de um concurso público no mês de agosto deste ano. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da empresa.
A organizadora do certame será a Fundação Getúlio Vargas (FGV), conforme veiculado no Diário Oficial do Estado do dia 26 de maio de 2017.
Até o momento, somente a banca foi anunciada e ainda não há informações sobre os cargos oferecidos, salários e etapas da seleção.  Entretanto, já se sabe que o certame contará com oportunidades para cargos de níveis médio, técnico e superior. Ainda de acordo com a assessoria de imprensa da Compesa, mais informações sobre o concurso serão divulgadas em coletiva de imprensa com data ainda a ser definida.

Último concurso

O último concurso realizado pela Compesa também foi realizado pela FGV e contou com 65 vagas, distribuídas entre os cargos de técnico (41) e nível superior (24), com salários entre R$ 1.844,51 e R$ 7.480,00. Desse total, ainda foram reservadas 10 vagas aos portadores de necessidades especiais.
O certame contou com oportunidades para os cargos de analista de saneamento (áreas de engenharias ambiental, florestal, de produção, mecânica e de telecomunicações, geologia ou química) e analista de gestão (áreas de administrador de banco de dados, advogado, biólogo, contador, economista e médico do trabalho). Já para nível médio/técnico houve oportunidades para Assistente de Saneamento e Gestão nas especialidades de tecnologia da informação e técnicos em segurança do trabalho, eletrônica, eletrotécnica, química e saneamento.

Do JConline/Ne10

Reunião marca última reunião plenária no Palácio Joaquim Nabuco

Alepe
Após mais de um século sediando as atividades do Legislativo Estadual, o Museu Palácio Joaquim Nabuco, da Assembleia Legislativa (Alepe), sediará a última reunião plenária no edifício histórico, na próxima quinta-feira (29). Na ocasião, às 15h, será realizada uma reunião solene e, em seguida, o presidente da Assembleia, Guilherme Uchoa (PDT), inaugura o edifício Governador Miguel Arraes, onde funcionará o novo plenário da Casa. O prédio também vai abrigar encontros das comissões técnicas em três plenarinhos e um auditório. 

Em agosto, após o recesso parlamentar, as reuniões plenárias serão realizadas na nova sede da Alepe. O Palácio Joaquim Nabuco, que é tombado pelo Patrimônio Histórico, passará por um processo de restauração e irá funcionar como o Museu do Legislativo Estadual, aberto à visitação pública. O prédio poderá, eventualmente, sediar reuniões especiais.

Novo edifício
O novo prédio tem área total de 5.715 metros quadrados e é interligado ao Anexo 2 da Alepe, onde funcionam os gabinetes dos 49 deputados. O novo plenário tem 294 lugares disponíveis ao público, e dispõe, ainda, de cadeiras adaptadas para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e obesos. 

Também foram construídas rampas para facilitar o acesso de cadeirantes. No local ainda estão situados os serviços de apoio à Mesa Diretora e a área de imprensa. 

As votações plenárias serão monitoradas via painel eletrônico e os deputados, para votar, terão que se identificar usando biometria e senha. A iluminação do prédio é em LED, e será automatizada para reduzir o consumo de energia.

Informações Folha de PE

terça-feira, 27 de junho de 2017

Tragédia; Homem morre soterrado em obra de cacimbão no Sítio Riacho do Jacú Zona Rural de Jataúba

Na tarde desta terça-feira (27) a cidade de Jataúba foi o palco de mais uma morte provocada por acidente de trabalho. De acordo com as informações que chegam a nossa redação através do repórter policial Rui Siqueira (blog Portal do Agreste), dois homens, um deles identificado por José Alexandre Gomes (25 anos) estavam trabalhando na parte externa da parede de um cacimbão, no sítio Riacho do Jacú, quando uma barreira de terra se despendeu e soterrou ambos.
Vitima Fatal / Foto: Jataúba News
Apenas um deles, identificado apenas como Gabriel Benedito Carlos da Silva (21 anos), conseguiu sobreviver, pois sua cabeça ficou do lado de fora da areia. Bombeiros já foram acionados para auxiliar nos trabalhos e também fazer a retirada do corpo. Uma máquina também auxilia na retirada da terra e a Polícia Civil também está no local.
Equipes de bombeiros e da polícia civil já fizeram os trabalhos de remoção e perícia do corpo, que deve ser encaminhado ao IML, na cidade de Caruaru. Em entrevista ao repórter Rui Siqueira, o sobrevivente Gabriel Benedito falou sobre a tragédia.

“Estávamos cavando e, de repente, caiu tudo de vez. Entupiu… Fomos enterrados. Eu fiquei apenas com a cabeça do lado de fora. Não deu tempo de socorrer e quando fui ver, já não se poderia fazer nada. Me sinto triste por ele ter falecido. Quando a areia caiu de vez, meu patrão viu e pedi por socorro. Foi o filho dele que me resgatou. Tinha mais de dois metros de profundidade” – disse.


Informações Blog do Ney Lima

Secretária Rosa Lagos fala sobre o 'Arraiá Social' que acontece nesta terça-feira em Jataúba-PE

Nesta terça-feira 27, a Secretária de Ação Social Rosa Lagos participou do Programa Debate Livre que vai ao ar diariamente pela rádio Jataúba FM, na ocasião Rosa falou sobre os preparativos para o Arraiá Social evento promovido pela secretaria que acontece na noite desta terça na praça São Sebastião.

Para Rosa o sucesso do evento se dá pelo empenho de toda equipe que uniu forças para que o mesmo fosse realizado, ela ainda agradeceu o apoio da prefeitura municipal e do governo do estado pelo apoio que segundo a secretária foi uma surpresa para ela. “Estávamos organizando um evento bem simples, mas, recebemos uma surpresa que foi o apoio da prefeitura e do governo do estado que nos deu a banda para o evento que consequentemente tomou uma proporção bem maior”, destacou Rosa.
Ela ainda falou dos preparativos e de como tudo foi pensado para que o evento tenha de fato uma identidade preservando as raízes, Rosa disse que espera um crescimento do evento e que no próximo ano irá em busca de apoios para que o evento se torne de fato uma tradição, ela agradeceu ao empenho de toda equipe e disse que todos estão de parabéns.

O evento contará com forró pé de serra, apresentações culturais, comidas típicas, casamento matuto, e o grande show da Banda Brucelose e acontecerá na Praça São Sebastião a partir das 18 horas e 30 minutos.

Jota Silva / Agreste No Ar

Paulo fica na corda bamba com possibilidades de Fernando disputar o governo de Pernambuco em 2018

Resultado de imagem para fernando bezerra e paulo camara
Sinal – Muitos deputados e prefeitos que estão insatisfeitos com o Palácio do Campo das Princesas aguardam um sinal inequívoco de que o senador Fernando Bezerra Coelho será candidato a governador de Pernambuco em 2018. Eles dizem que se o senador fizer um movimento mais claro a respeito da sua postulação, a debandada será geral.
Possibilidade – O sinal esperado não precisa ser o de declarar publicamente que é candidato, basta oficializar a saída do PSB. Como ele tem um mandato de senador, diferentemente dos deputados federais, poderá trocar de partido a hora que achar melhor. Se antecipar a decisão, já deixará claro a postulação e mobilizará com mais força a tropa que está ávida por uma alternativa consistente à hegemonia do PSB no estado.
Blog do Edmar Lyra

Armando participa de caminhada ao lado de candidato em Belo Jardim

Armando Monteiro Neto (PTB) discursa durante caminhada em Belo Jardim
A menos de uma semana para as eleições suplementares de Belo Jardim, no Agreste, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) participou de caminhada, nesta segunda-feira (26), ao lado do candidato a prefeito Hélio dos Terrenos (PTB). Os petebistas, acompanhados de lideranças locais e militância percorreram as principais ruas do Centro do município e visitaram o mercado público e a feira livre da cidade. O ex-prefeito Cintra Galvão também participou do ato político. O pleito está marcado para o dia 2 de julho, próximo domingo.

"Nós vamos inaugurar um novo tempo em Belo Jardim, um tempo de esperança, um tempo de realizações. Um tempo de compromissos com os verdadeiros interesses da população. Hélio é um homem do povo, é uma pessoa humilde, que conhece o sentimento popular. Queremos construir aqui uma grande parceria em favor do desenvolvimento dessa terra”, discursou o senador.

Na ocasião, Armando Monteiro Neto mostrou-se confiante com a vitória de Hélio dos Terrenos e afirmou que vai trabalhar junto com a futura gestão para atrair investimentos e gerar mais empregos para o município. “Juntos vamos cuidar do emprego, gerar oportunidades para os jovens, trazer empresas e indústrias para Belo Jardim porque essa cidade tem vocação para o desenvolvimento, a vocação de ser uma terra progressista, que tanto Pernambuco admira”, disse o líder petebista.

Durante a caminhada, o senador ainda fez uma homenagem ao ex-prefeito e ex-deputado Cintra Galvão.

Os moradores de Belo Jardim vão às urnas no próximo domingo (2) para eleger o novo prefeito do município. A eleição suplementar ocorrerá após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassar, em maio passado, o mandato do ex-prefeito João Mendonça (PSB).

Do Blog da Folha de PE

Se Temer não tiver 172 votos, pode terminar o governo

O Procurador Geral da República Rodrigo Janot ofereceu denúncia por corrupção passiva ao Supremo Tribunal Federal, que acionará a Câmara dos Deputados para decidir se abre ou não inquérito contra o presidente Michel Temer. Num processo parecido com o impeachment, o presidente precisará levantar 172 votos para derrubar a abertura de inquérito, são necessários 342 para que o Supremo abra investigação contra Temer por conta de Rodrigo Rocha Loures ter recebido R$ 500 mil da JBS que supostamente seriam destinados ao presidente toda semana.
Assim como Dilma em 2016, Temer precisará salvar seu mandato, pois ainda que não esteja em curso um processo de impeachment, caso a abertura de inquérito seja aprovada, será um sinal inequívoco de que o governo Michel Temer definitivamente acabou. Pela sua interlocução com o Congresso que ainda existe e principalmente pelo fato de ser uma espécie de escudo para a classe política, é possível que o presidente consiga barrar a investigação.
Mas é preciso considerar a forte pressão popular que deverá ocorrer sobre o Congresso Nacional, e isso poderá ser determinante em desfavor do presdente Michel Temer. Se o presidente pôde comemorar a absolvição no TSE, agora terá que se preocupar com a denúncia de Janot, pois se não conseguir mobilizar sua base que beira os 400 deputados, pode colocar o pijama porque o governo acabou.
Faltando um ano e meio para findar o seu mandato, Michel Temer só permanece no cargo por força de não ter um substituto que unifique a classe política. Mas a bem da verdade é que ainda que escape da abertura de inquérito, ele não terá mais nenhuma condição política, ética ou moral para propor qualquer projeto importante para o país, enquanto isso o Brasil agoniza numa crise jamais vista em toda sua história.
Por Edmar Lyra

Fachin atende advogados de Lula e o livra de outro processo de Moro

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a remessa para a Justiça Federal em São Paulo de cópia dos autos da petição na qual constam as delações do patriarca da Odebrecht, Emílio Alves Odebrecht, e do executivo Alexandrino de Salles Ramos Alencar envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e um dos seus filhos, Luís Cláudio Lula da Silva. 
Inicialmente, o ministro havia determinado o envio dos autos para o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba, mas, após agravo regimental apresentado pela defesa de Lula, ele reverteu a decisão por entender não haver conexão deste caso com os fatos apurados na Operação Lava Jato. Na semana passada, Fachin já havia tirado da tutela de Moro outras investigações que citam o ex-presidente.
De acordo com fatos narrados na petição, em contrapartida ao auxílio no relacionamento entre a então presidente Dilma Rousseff e o empreiteiro Marcelo Bahia Odebrecht, o grupo empresarial apoiaria o filho do ex-presidente na criação de uma liga de futebol americano no Brasil.
Ao apreciar o pedido da defesa, o ministro Fachin salientou não ter constatado, de início, qualquer relação com a Operação Lava Jato e que, embora o Ministério Público Federal tenha feito referência a processo em curso na Seção Judiciária do Paraná, "no momento não se pode falar em conexão a outros fatos apurados em relação aos agravantes".
De acordo com o ministro, "como a narrativa é de que os fatos teriam se passado na cidade de São Paulo, na qual foram realizadas as tratativas sobre os apoios recíprocos e que envolviam, de certa forma, o prestígio de Lula junto à Presidência da República, essa circunstância atrai a competência da Justiça Federal (artigo 109, inciso IV, da Constituição Federal)".
Por este motivo, o ministro determinou a remessa das cópias dos termos de depoimento à Justiça Federal de São Paulo "para as providências cabíveis".

Informações Diário do Poder

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Em Taquaritinga – Acidente deixa mulher morta na BR-104

Na madrugada desta segunda-feira (26) um grave acidente foi registrado na BR-104, deixando uma mulher morta. De acordo com as informações até o momento, o acidente que envolveu dois veículos foi registrado no trecho que fica nas proximidades do Sítio Tatús, zona rural de Taquaritinga do Norte.
A vítima foi identificada até o momento como Morgana e residia, segundo testemunhas, na Vila Canaã, na zona rural de Caruaru. Não há maiores informações sobre a quantidade de feridos. Uma equipe dos bombeiros foi acionada para retirar o corpo da vítima, que ficou preso às ferragens.
Novas informações devem ser reveladas nas próximas horas.
Imagem captada há poucas horas

Informações Ney Lima

Igreja Assembléia de Deus Canaã comemora 18 anos de fundação e vivencia o 5º Congresso de mulheres

No último final de semana a Igreja Assembleia de Deus Canaã vivenciou o 5° Congresso de Mulheres (UFEADEC), União Feminina da Assembleia de Deus Canaã na ocasião também foram comemorados os 18 anos de fundação do ministério, com o tema: “Aviva Senhor a tua obra Hb.3:2b”, foram quatro dias de festa onde ocorreram várias apresentações de conjuntos locais, jograis, peça teatral, e a ministração de louvor que ficou por conta da Banda Adonai.

Durante os quatro dias de evento estiveram ministrando a palavra na quinta-feira o Pr. Robson, na sexta-feira a Miss. Fátima e no sábado e domingo a ministração ficou por conta do Pr. Naldo Lino, no domingo pela manhã houve batismo nas águas onde 11 irmãos foram batizados em um momento que gerou um misto de alegria e emoção por parte dos presentes.

 “São 18 anos de muitas bênçãos, apesar das dificuldades que enfrentamos na caminhada somos gratos a Deus por tudo o que ele tem nos proporcionado, sou grato aos irmãos, a todos que deram as mãos para que esse evento fosse realizado, que Deus continue abençoando a todos”, destacou o Pr. Domingos.

Confira Imagens:


















Informações da Assessoria