domingo, 28 de maio de 2017

Segundo ato da perenização do Rio Capibaribe aconteceu neste sábado 27 na cidade de Jataúba

Fotos: Jota Silva
Neste sábado 27, aconteceu na cidade de Jataúba o segundo ato da perenização do Rio Capibaribe, o evento contou com a presença de várias lideranças políticas entre prefeitos, ex-prefeitos, dezenas de vereadores de várias cidades do Agreste, ex-vereadores, lideranças políticas, além do deputado estadual Eriberto Medeiros e do deputado federal Pastor Eurico, também estiveram presentes um dos assessores do senador Humberto Costa, um representante da Compesa, a ex-vereadora Zilda Moraes representando o deputado licenciado e  ministro Mendonça Filho e a população em geral que acompanhou atentamente os discursos e prestou o seu apoio ao ato.
Geo Caldas que foi o idealizador do movimento se disse satisfeito com movimento que segundo ele vem ganhando corpo a cada dia, para ele o engajamento das forças politicas sejam de que partido for é de fundamental importância para que o projeto venha sair do papel, mais uma vez demonstrando total conhecimento do assunto Geo disse que essa luta não vem de hoje e falou que na sua visita à Brasília chegou a apresentar o projeto até a um dos pré-candidatos a presidência que viu na sua ideia a solução dos problemas hídricos para o semiárido nordestino.
O vereador Deomedes Brito que também é um dos idealizadores disse que é inadmissível a água está tão perto e o agreste pernambucano não ser contemplado, ele falou da importância do projeto apresentado pelo governo do estado na última quinta-feira da adutora do alto Capibaribe, porém, ressaltou que o mesmo ao contrário da perenização não vai resolver os problemas que a população enfrenta hoje, Deomedes disse que a luta não vai parar e que no início do mês de julho o terceiro ato que busca a perenização do Rio Capibaribe será realizado em Santa Cruz do Capibaribe.
Para o vereador Morica da cidade de Toritama o projeto é viável e disse acreditar que o surgimento desse projeto do governo do estado é um reflexo do movimento que busca a perenização do Capibaribe, Morica disse que o projeto é importante, porém, se de fato o governo do estado estivesse preocupado em resolver os problemas das cidades que estão envolvidas no movimento o mesmo teria se unido a comissão para buscar a viabilidade de execução do projeto que iria beneficiar mais de 1 milhão e meio de pessoas.
Já o anfitrião do segundo ato, o popular Mamão da cidade de Jataúba falou da satisfação de sediar o ato em sua cidade, para Mamão perenizar o Rio Capibaribe não se trata mais de um sonho, pois, segundo ele um sonho era quando a água estava em Floresta, mas, agora já pode se dizer que é uma realidade, para Mamão ver políticos de alto escalão se mobilizando em torno desse movimento dá forças para que a luta não cesse, segundo ele o projeto apresentado pelo governo do estado não vai resolver o problema do homem do campo que é quem mais está sofrendo com seca, Mamão disse que não se trata só de trazer água para as cidades, mas, perenizar um Rio que trará riquezas para os ribeirinhos.
Durante o evento foram colhidas assinaturas em um abaixo assinado que será encaminhado ao ministério da integração nacional, deputados, senadores e ao governo do estado visando o fortalecimento do movimento. Para os organizadores o evento foi um sucesso e mostra que o movimento está se fortalecendo a cada dia. 

Confira Imagens:






















Jota Silva / Agreste No Ar



Nenhum comentário:

Postar um comentário