sexta-feira, 26 de maio de 2017

Presidente da Câmara de vereadores de Santa Cruz apelida governador e aliado socialista rebate

Em uso da tribuna, o vereador e presidente da câmara, José Bezerra da Costa (Zé Minhoca - PSDB) criticou duramente o governador e figura apoiada pelo seu líder político (Edson Vieira - PSDB). Zé Minhoca chamou Paulo Câmara de "Paulo Câmara de Ar Furada", atribuindo o apelido e má condução dos trabalhos do político polo governador de Pernambuco.
 “Quero aqui parabenizar o nosso governador do estado, ‘Paulo Câmara de Ar Furada’ por esta grande obra para o nosso município”, disse o presidente.
A declaração do presidente não ficou por isso mesmo. Em posterior uso da tribuna o vereador e socialista Júnior Gomes ergueu uma fala em defesa do governador e repudiou as falas do seu aliado.
 “Queria repudiar a fala de vossa excelência pela forma que tratou o nosso governador, ao chamá-lo de ‘Paulo Câmara de Ar Furada’, pois isso não é uma forma de tratá-lo”, reclamou Júnior.
Outros discursos também seguiram marcando o andamento da reunião. Em determinado momento o vereador Augusto Maia (PTN) pediu uma espaço para se pronunciar durante o discurso do vereador Capilé da Palestina (PTN), onde ressaltou atividades do seu pai enquanto era deputado e criticou o posicionamento de alguns membros da situação.

Após a reunião alguns vereadores ainda deram declarações polêmicas nos bastidores, evidenciando o clima de embate existente entre as bancadas que compõem a política de Santa Cruz do Capibaribe. Os parlamentares voltam a se reunir na próxima semana.

Informações e Fotos Blog do Bruno Muniz 

Nenhum comentário:

Postar um comentário