quarta-feira, 15 de março de 2017

Vereador denuncia compras sem licitação em Surubim


O vereador e integrante da bancada de oposição em Surubim, no Agreste Setentrional, Josivaldo da Silva, conhecido como Dr. Vavá (PDT), ingressou com uma representação no Ministério Público contra a prefeita Ana Célia Cabral (PSB). Ele pede que seja apurado procedimento de compras, sem licitação, da ordem de R$ 11 milhões, em um período de apenas 40 dias. De acordo com o texto da representação, “consta no Diário Oficial um verdadeiro festival de dispensa de licitações em valores astronômicos, com visível afronta à Lei”.
“Ana Célia driblou toda Lei de Licitações, alegou um estado de calamidade que não existia para não fazer concorrência pública.  A legislação exige uma série de critérios, para dispensa, que não foram considerados. Em apenas 40 dias de gestão, a prefeita gastou mais de R$ 11 milhões, o que representa cerca de 13% do orçamento anual do Município. Nenhum outro prefeito gastou tanto em tão pouco tempo sem fazer licitação”, afirma.
O vereador acrescenta que os valores foram distribuídos entre sete empresas, contratadas em apenas três datas (9 de janeiro, 17 de janeiro e 10 de fevereiro). “Dessas sete empresas, só duas são de Surubim, uma gráfica e um posto de gasolina. As outras cinco são empresas de fora, que não geram nenhum emprego aqui na cidade. Suspeito que os donos sejam amigos da prefeita, tem muita coisa estranha nisso tudo. Por exemplo, se havia máquinas quebradas, o correto seria consertá-las. Mas Ana Célia preferiu contratar máquinas de uma empresa de engenharia para fazer serviços em Surubim, no valor de R$ 1,1 milhão. Comprou ainda R$ 2,6 milhões em alimentos, sem concorrência, quando a Lei diz que passou de R$ 8 mil tem que licitar”, disse.

Blog do Alberico Cassiano


Nenhum comentário:

Postar um comentário