sábado, 11 de fevereiro de 2017

Os candidatos a campeões de votos em 2018 para a Câmara Federal

Nas eleições de 2014 Pernambuco teve como os cinco deputados federais mais votados Pastor Eurico, Eduardo da Fonte, Jarbas Vasconcelos, Felipe Carreras e Anderson Ferreira, este último sendo a maior surpresa pois praticamente triplicou a votação em relação a 2010. Nas eleições de 2018 ainda falta saber a conjuntura de como serão os palanques no estado, mas alguns nomes despontam para serem estouro de votos nas urnas.
O deputado Pastor Eurico (PHS) conseguiu duas votações expressivas em 2010 e 2014, ambas na faixa dos 200 mil votos e dificilmente irá baixar esse contingente de votos, pois ele representa o segmento da Assembleia de Deus, que é uma máquina de votos, sendo que desta vez com o agravante de ser candidato pelo nanico PHS, o que permite considerar que ele pode puxar mais um deputado federal com uma votação semelhante à de que Kaio Maniçoba alcançou em 2014, pouco menos de trinta mil votos.
A vereadora do Recife Michelle Collins (PP), mais votada da capital pernambucana, será candidata a deputada federal em dobradinha com o marido Cleiton Collins, que buscará a reeleição para a Assembleia Legislativa de Pernambuco. Michelle tem grandes chances de beirar os 200 mil votos a depender de como será feita a sua campanha.
O deputado estadual André Ferreira (PSC) será candidato a deputado federal no lugar do irmão Anderson Ferreira, prefeito de Jaboatão dos Guararapes. Sua postulação é tida como uma das mais competitivas, pois os Ferreira já eram fortes nas urnas sem comandar uma cidade do tamanho de Jaboatão dos Guararapes, com o comando da segunda maior cidade de Pernambuco, André Ferreira poderá suplantar a casa dos 200 mil votos ficando entre os cinco mais votados.
Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PSB) é o único ocupante da Esplanada que não é tido como candidato a governador, a senador ou a vice-governador, pois sabe que o pai Fernando Bezerra Coelho está na frente dele para um projeto majoritário, por isso ele poderá buscar a reeleição beirando os 200 mil votos, pois tem feito um bom trabalho na sua pasta e tem por trás dele um exímio articulador político e também a prefeitura de Petrolina.
Por fim a grande aposta do PSB para a Câmara Federal, o chefe de gabinete do governador Paulo Câmara, João Campos, filho do ex-governador Eduardo Campos, que tem recebido sinalizações de apoio em todo o estado por conta de homenagens ao pai. Ele é tido como alguém que tem chances de ultrapassar a marca dos 300 mil votos. A sua vitória com grande votação será uma questão de honra para o Palácio do Campo das Princesas.

Por Edmar Lyra

Nenhum comentário:

Postar um comentário