quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Já que perguntar não ofende...

Resultado de imagem para perguntar não ofende
Com a proximidade do início do carnaval a cidade de Jataúba no Agreste Pernambucano começa a se movimentar em torno da festa popular mais movimentada do País, a cidade se destaca há vários anos com um intenso movimento no período e já se tornou uma tradição entre as cidades que compõem o polo de confecções, nos quatro dias de festa vários blocos desfilam pelas ruas da cidade arrastando milhares de foliões que fomentam a economia do município, mas, como perguntar não ofende...
Resultado de imagem para vai ou não vai
Uma pergunta que está na cabeça de muitas pessoas é se o bloco vermelhão sai ou não sai no carnaval 2017, cheio de altos e baixos o bloco é apontado por muitos como um bloco político e após ter ressurgido no ano passado, ano de eleições, diga-se de passagem, esse ano o mesmo não aparece na programação do carnaval de Jataúba, o que em tese confirmaria o que muitas pessoas falam, mas, a pergunta é: Sai ou não sai? Como diria uma figura muito conhecida da cidade; O vermelho desbotou?
Resultado de imagem para quem será
Outra pergunta que ronda os bastidores está ligada as comemorações de emancipação política do município que acontece colada com o carnaval, mais precisamente do dia 02 de março, com o divórcio político entre o atual prefeito Antônio de Roque e o deputado estadual José Humberto um novo nome será apresentado à população que ao que parece será mesmo o de Guilherme Uchôa, será essa a oportunidade?
Resultado de imagem para escondido
Em meio as movimentações carnavalescas que acontecerão no município a expectativa é que o ex-vereador Chico de Irineu finalmente dê as caras, sumido após o pleito de 2016 cada passo do companheiro Chico estará sendo observado minunciosamente já que o mesmo ainda não deu pistas sobre o seu futuro político, será que o ex-vereador irá aparecer?
Resultado de imagem para quem comeu o dinheiro
Na última reunião da câmara de vereadores de Jataúba foi levantado mais uma vez a questão sobre a obra inacabada do posto do SAMU, o caso se encontra na justiça, a obra está parada há anos e as informações que se tem são: A empresa responsável pela obra diz que não recebeu, já o ex-prefeito Sinaldo diz que pagou, porém, não tem as notas e a população é quem paga caro por isso, diante dos fatos a pergunta é: Cadê o dinheiro? Quem comeu o dinheiro?


J. Silva / Agreste No Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário