quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Após notificação sobre aumento salarial, vereadores se reúnem a portas fechadas

A Casa José Vieira de Araújo segue movimentada, nessa quinta-feira (9). Na manhã de hoje, durante sessão ordinária na Casa de Leis, vereadores foram surpreendidos com uma ação pedindo a suspensão do aumento salarial de 23,8%, aprovado em outubro de 2016.
O pedido foi realizado por Margarida Ramos do Nascimento.  Durante a sessão um oficial de justiça levou a notificação. Houve uma interrupção por cerca de 15 minutos, quando se reuniam apenas o presidente da Casa, Zé Minhoca (PSDB) e lideres de situação e oposição, Toinho do Pará (PSB) e Ernesto Maia (PT), respectivamente.
Após a reunião, os vereadores se reuniram em sala fechada para tratar sobre a questão.
Vale lembrar que antes do aumento cada vereador em Santa Cruz do Capibaribe recebia R$ 8.000,00, após a medida o salário passou para R$ 9.800,00.

Mais polêmica

O vereador Ernesto Maia (PT) não participou deste segundo encontro. O petista entrou em atrito com o presidente da Câmara, Zé Minhoca (PSDB), após não conseguir fazer o uso das explicações pessoais ao fim da sessão. Em protesto, deixou a Casa.

Informações Ney Lima / Foto: Thonny Hill

Nenhum comentário:

Postar um comentário