quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

'Apesar da sua importância o trabalho da guarda comunitária é ilegal' afirma subcomandante do 24° batalhão em reunião com os vereadores de Jataúba

Nesta quinta-feira 09 aconteceu uma importante reunião na câmara de vereadores de Jataúba, onde em resposta a um requerimento apresentado pelos vereadores de oposição o major Bagetti subcomandante do 24° batalhão de polícia militar esteve presente na casa legislativa sendo sabatinado pelos vereadores que cobraram ações de melhorias para a segurança do município.

Na ocasião o subcomandante falou das dificuldades enfrentas pelo comando da PM e disse que não poderia prometer nada bem como que não iria tapar o sol com a peneira, o major falou que a única coisa que se pode fazer é mandar um trio da Rocam em dias de feira isso quando a demanda for pequena em Santa Cruz do Capibaribe. Questionado pelo vereador Veinho sobre as dificuldades que a população passa pelo fato da delegacia ficar praticamente fechada e nem todas as pessoas terem acesso à internet para prestar o B.O. ele foi incisivo: “Assim como as pessoas usam o celular para acessar o facebook e o whatsaap elas também deveriam ter paciência e acessar a delegacia virtual”, disse o major.

Com relação ao reforço policial para o período de carnaval o subcomandante disse que Jataúba receberá reforço, no entanto disse que a programação do carnaval de Jataúba ainda não foi passada para o comando do 24° batalhão. Bagetti ainda ressaltou a importância da não deixar de registrar o boletim de ocorrência e disse que os vereadores deveriam formar uma comissão para cobrar aos poderes maiores, ações no tocante a segurança pública.


O comandante foi claro ao dizer que no momento não ver perspectiva de aumento de efetivo e de viaturas no município. Para o Major o grande problema da insegurança hoje em todo estado e no país se dá pelo reflexo da crise financeira enfrentada pelo país. Em curto prazo o major disse que irá continuar com a operação padrão no intuito de inibir a ação dos meliantes e disse que está fazendo o possível para colocar em prática novamente a patrulha rural.

O major disse que é muito importante o trabalho que a guarda comunitária tem realizado no município, no entanto disse que é importante que faça um esforço para que a mesma seja instituída como guarda municipal, pois, apesar da importância o serviço que a guarda tem prestado o mesmo é ilegal, finalizou Bagetti.


J. Silva / Agreste No Ar / Fotos: Ruy Siqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário